Ex-Secopa é demitido por Mauro

Além de Maurício Guimarães, Mauro Mendes também assinou a suspensão de Alysson Sander de Souza

Flávio André/Casa de Guimarães/Secopa-MT

O ex-secretário Extraordinário da Copa do Mundo de 2014 em Cuiabá, Maurício Guimarães, foi demitido pelo governador Mauro Mendes (DEM). A demissão leva em conta o Processo Administrativo Disciplinar (PAD) aberto contra Guimarães, que era servidor efetivo da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

Segundo o PAD do Governo do Estado contra Maurício Guimarães, além das questões comportamentais contra a administração estadual, ele teria cometido improbidade administrativa e lesão aos cofres públicos, dilapidação do patrimônio estadual e também não teria atuado para zelar pela economia dos recursos do Estado.

O PAD foi aberto em 2015. No entanto, Maurício estava recebendo normalmente do Governo do Estado. Os dados do Mira Cidadão mostram que ele recebeu R$ 1,087 milhão em salários nos últimos cinco anos.

Além de Maurício, o governador também assinou o despacho com pena a outro servidor estadual. Trata-se de Alysson Sander de Souza, que atua como controlador do Estado. Apesar de ter agido em caso semelhante ao de Maurício, ele teve apenas a pena de suspensão de 30 dias. O Mira Cidadão mostra que, desde de 2015, ele já recebeu R$ 1,347 milhão do Estado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBrumadinho: CPI convoca empresário que teria negado laudo de estabilidade de barragem
Próximo artigoNorte show: 100% Carne apresentará os melhores cortes