Ex-prefeitos da capital revelam o que esperam para “Cuiabá 300 anos”

Neste dia 8 de abril, a capital mato-grossense está a exatamente um ano do tricentenário.

Três últimos prefeitos eleitos por Cuiabá, Roberto França, Wilson Santos e Mauro Mendes.

Cuiabá completa 300 anos de nascimento em 2019 e a exatamente um ano do tricentenário, neste dia 8 de abril, os três últimos prefeitos eleitos da capital mato-grossense, Roberto França (PSDB), Wilson Santos (PSDB) e Mauro Mendes (DEM) revelaram o que esperam para a cidade pela qual já foram responsáveis.

Sob o comando de Cuiabá de 1997 a 2004, Roberto França declarou que torce para que o Rio Cuiabá “seja salvo do esgoto”. Segundo ele, quando deixou o executivo municipal, a cidade contava com 42% de esgotamento sanitário e, hoje, mais de uma década depois, tem pouco mais do que isso.

“Eu espero que o atual prefeito cumpra os compromissos assumidos com a população e que Cuiabá tenha mais saneamento básico, que é sinônimo de saúde, mais infraestrutura urbana, que o novo Pronto Socorro consiga ser a solução que todos nós aguardamos com tanta expectativa. Mas espero, especialmente, que haja mais justiça social para o povo. Que seja investido mais no ser humano, nos mais carentes e que a população continue com esse calor humano e hospitalidade que só vem a somar para o desenvolvimento da cidade”, disse França.

Já Wilson Santos, que administrou a cidade de 2005 a março de 2010, quando deixou a prefeitura para ser candidato ao governo, descumprindo compromisso firmado com a população e revoltando os eleitores, confessou ter “ciúmes de Cuiabá”, mas desejou que os governantes tenham cada vez mais empenho para fazer “dessa gente feliz”.

“Cuiabá é uma cidade vocacionada para o serviço público e tem toda condição de ser a capital da industrialização da produção primária, de distribuir renda, de melhorar a renda per capta, basta ter engajamento e coragem para enfrentar os gargalos”, acrescentou.

Último prefeito de Cuiabá antes de Emanuel Pinheiro, que hoje comanda o Palácio Alencastro, Mauro Mendes ficou na prefeitura de janeiro de 2013 a dezembro de 2016 e ponderou, em poucas palavras, que torce para que a capital mato-grossense possa ser a cada ano uma cidade melhor. “Proporcionando cada vez mais qualidade de vida para a população”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS