Ex-pistoleiro de Arcanjo serra grades de cela e parte para cima de agentes

O ex-cabo Hércules está na Penitenciária Central do Estado desde março de 2018

Foto: Ednilson Aguiar

O ex-cabo da Polícia Militar Hércules de Araújo Agostinho, conhecido como pistoleiro do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, se envolveu em uma confusão na manhã desta quinta-feira (21). Grades da cela em que ele está preso na Penitenciária Central do Estado (PCE) foram encontradas serradas e, ao ser descoberto, o ex-militar partiu para cima dos agentes penitenciários.

Hércules foi preso em 2003, mas somente em março do ano passado foi transferido para a PCE. Ele foi condenado, entre outros crimes, por ser o executor do proprietário do Jornal Folha do Estado, Domingos Sávio Brandão de Lima Júnior, morto em 2002.

Conforme informações da Secretária Adjunta de Administração Penitenciária, por volta das 10 horas desta quinta-feira (21), uma equipe da PCE realizou uma vistoria na cela do ex-cabo Hércules, após receber informações de que ele tentaria uma fuga da unidade.

Partes da grade de entrada da cela foram encontradas serradas, assim como o solário. Enquanto a vistoria era realizada, o ex-pistoleiro se alterou e partiu para cima dos agentes penitenciários, os ameaçando. Foi necessário o uso de força para contê-lo.

A direção da PCE registrou um boletim de ocorrência contra o reeducando pela ameaça aos agentes da unidade. O ex-cabo foi levado à assessoria jurídica da penitenciária, onde prestou depoimento, que será encaminhado à Polícia Judiciária Civil.

Segundo a Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária, Hércules de Araújo será transferido de cela, mas permanecerá na PCE.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS