Evento vai discutir padronização de atendimento às crianças e adolescentes vítimas de violência sexual

A iniciativa busca dar efetividade a Lei 13.431/2017, que estabelece o sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente

Foto ilustrativa

Padronizar em todo o Estado o atendimento à criança e ao adolescente, em casos de violência sexual, de modo a garantir uma investigação célere e efetiva, buscando evitar a revitimização e reiteração delitiva. Esse é o objetivo do encontro estadual “Projeto Luz – Mato Grosso protege suas crianças e adolescentes”, que ocorrerá na próxima quinta-feira (21), a partir das 8h, no auditório das Promotorias de Justiça de Cuiabá.

O evento é promovido pelo Ministério Público Estadual, Poder Judiciário, Secretaria de Estado de Segurança Pública, Comando Geral da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Associação Mato-grossense dos Municípios e Prefeitura Municipal de Nova Mutum. A iniciativa busca dar efetividade a Lei 13.431/2017, que estabelece o sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente vítima ou testemunha de violência.

“Pretendemos mobilizar todos os integrantes da Rede de Proteção para criação de uma rotina de atuação para cada parceiro, a fim de investigar e punir os casos de violência que surgirem, além de prevenir a ocorrência de novos crimes”, ressaltou o procurador de Justiça Paulo Roberto Jorge do Prado, titular da Procuradoria Especializada na Defesa da Criança e do Adolescente.

Segundo ele, a ideia da mobilização estadual surgiu a partir dos resultados obtidos com o Projeto Luz, desenvolvido pelas Promotorias de Justiça de Nova Mutum. A proposta é de que o case de sucesso sirva de estímulo e exemplo para outras comarcas.

“A relevância e o ineditismo do Projeto Luz, fez-nos agendar um encontro em Cuiabá para apresentá-lo a todos os Promotores de Justiça, magistrados e prefeitos do Estado de Mato Grosso, ao Comando da Polícia Militar e da Polícia Judiciária Civil, a fim de que ele possa ser replicado a todos os municípios do Estado de Mato Grosso”, destacou.

 

Com Assessoria 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMais dedicação aos grampos
Próximo artigoSegundo dia da Copa: Uruguai e Irã vencem; Portugal e Espanha empatam