Estudantes inconvenientes no ônibus? Associação cria projeto para educar esses alunos

Uma intervenção artística em um passeio descontraído tem rendido boas risadas e reflexão aos meninos e meninas

O comportamento de jovens estudantes dentro de veículos do transporte coletivo de Cuiabá se transformou em motivo para um projeto de educação desenvolvido pela Associação Mato-Grossense dos Transportadores Urbanos.

A aposta é na conscientização de alunos do ensino médio, que saem das escolas em direção a um passeio por prédios históricos da Capital. Eles participam do projeto Caminhos da Cultura.

E durante a viagem – em que visitam cartões-postais e centros culturais da cidade – são surpreendidos por um passageiro diferente: o Aparício, interpretado pelo ator Péricles Anarcos.

Simulando situações do dia a dia, em que, digamos assim, Aparício não se comporta bem, ele vai estimulando a reflexão nos jovens sobre o que se deve e o que não se deve fazer dentro do coletivo.

Por exemplo: sem cartão de transporte, Aparício pula a catraca. Mas logo, uma voz o repreende e o relembra que é preciso ter em mãos o cartão de transporte.

É, então, que ele começa a pedir um emprestado. Novamente, acaba repreendido: “usar cartão de gratuidade de outras pessoas é ilegal”.

A intervenção artística tem garantido boas risadas e se tornado uma aliada da educação.

Outros comportamentos que são alvo de alerta são música alta, ficar parado na porta de saída e usar mochila nas costas, atrapalhando o fluxo dos demais passageiros dentro do coletivo.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS