Estudantes da UFMT lançam plataforma de streaming universitário

Criada pela turma 48, essa é a primeira plataforma do tipo no estado

Já imaginou uma plataforma digital que agregue todas as produções audiovisuais universitárias? Essa foi a proposta da professora Carol Araújo, da disciplina de Práticas de Radiodifusão em Sistemas Digitais do curso de Radialismo da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A partir daí, todo o processo de idealização, concepção e realização da “Costream” ficou por conta dos estudantes do 7º semestre.

Para elaborar a plataforma, eles se dividiram em três equipes: uma para a criação da identidade visual e da marca, outra para o processo de catalogação do acervo, e a última para a elaboração do site online.

Até o momento, a Costream conta com mais de 30 filmes em seu acervo, entre trabalhos de estudantes já graduados e dos que atualmente cursam Radialismo e Cinema e Audiovisual. O objetivo nas próximas etapas da plataforma é que ela comece a englobar também os projetos dos cursos de Jornalismo e de Publicidade e Propaganda.

“A Costream é a primeira e única plataforma de streaming universitário de todo o estado de Mato Grosso, e nosso objetivo é servir não apenas como um banco de dados armazenando os filmes, mas sim que a gente consiga, através desse processo de resgate, preservação e memória dos filmes acadêmicos da COS UFMT, além de um maior contato entre os acadêmicos da universidade em si, alcançar a comunidade externa à academia”, explica Giovanni Ojeda, um dos estudantes responsáveis pela plataforma.

A Costream surgiu justamente do problema que existe no processo de distribuição e difusão dos projetos acadêmicos, que por falta de um espaço apropriado, acabam hospedados em páginas pessoais de Facebook, canais do YouTube, etc. Assim, um canal unificado e de organização uniforme, que garanta o acesso gratuito, universal e democrático, viabiliza e amplifica o alcance desses produtos acadêmicos, dando voz aos realizadores independentes e quebrando barreiras.

Aos que desejarem hospedar suas produções na plataforma, o site oferece a opção através da aba “contato”, que disponibiliza aos realizadores interessados um formulário com orientações e contato.

Turma 48 de Radialismo da UFMT

“A sensação é de dever cumprido. Ontem foi um verdadeiro choro porque foi também, oficialmente, nosso último dia em uma disciplina na UFMT. E fazer o lançamento da Costream foi o nosso último grande ato para o curso, então foi extremamente gratificante ver o reconhecimento por algo que nos esforçamos muito para acontecer”, Giovanni.

Para ter acesso à plataforma e suas produções basta acessar o site da Costream.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRede de cinema libera a pré-venda de ingressos para o filme Kardec
Próximo artigoFávaro diz que o TRE deu a resposta “que os mato-grossenses precisavam”

O LIVRE ADS