Estância Bahia completa 19 anos de Mega Leilão com 10.019 animais

Evento vai ter versão presencial, on-line e até em aplicativo no celular

Evento: Mega Leilão 10.018 - Estância Bahia / Foto: Suellen Pessetto

Responsável pelo maior leilão da pecuária de corte do mundo – uma referência nacional e internacional -, a Estância Bahia se prepara para mais um evento grandioso: o Mega Leilão Estância Bahia 10.019, etapa Cuiabá.

Em alusão ao ano de 2019, serão ofertados mais de 10.019 animais para cria, recria e engorda. Cerca de 30% deles serão ofertados da forma “tradicional”, ou seja, presencialmente, com os compradores podendo apreciar de perto os exemplares que estão adquirindo. O restante vai ser comercializado com a ajudinha da tecnologia, por meio de vídeo.

Quem se interessa pelo assunto vai poder acompanhar tudo pelo canal Terra Viva e também pela internet no site da Estância Bahia ou até via aplicativo EBL Web, disponível para Android e Iphone.

Para os que dispõe ao evento presencial, ele começa às 12h (horário de Brasília) e vai acontecer no dia 18 de maio, no Recinto de Leilões da Estância Bahia, localizado na BR-364, saída para Rondonópolis.

Grife do remate

O Mega Leilão Estância Bahia completa seu 19º aniversário neste ano e, entre os motivos de sucesso da empreitada, segundo o pecuarista e proprietário da leiloeira, Maurício Tonhá, está a padronização dos animais.

“Eles são muito parecidos, de forma que quando as pessoas observam os animais vão ver que todos são praticamente iguais. Isso facilita e dá mais confiabilidade para aqueles que fazem seus negócios”, ele explica, garantindo a qualidade do rebanho ofertado.

“Normalmente, esses animais são de alto nível e, por isso, há um interesse maior dos clientes compradores e dos clientes vendedores”, afirma Tonhá.

Mega evento

Mais de 300 pessoas vão trabalhar diretamente durante toda a programação do Mega Leilão Estância Bahia. Dessa vez, no entanto, a meta não é bater novos recordes.

A marca histórica da leiloeira é de 40.971 mil animais vendidos durante um único leilão. Maurício Tonhá afirma, entretanto, que isso só era possível quando os leilões eram exclusivamente presenciais. Na época, menos eventos eram realizados, o que acabava resultando em uma concentração maior de animais.

Hoje, com os leilões virtuais, é possível realizar mais eventos. Segundo Tonhá, a média de 2 a 4 leilões por mês, agora subiu para até 6 por semana. A concentração ocorre, principalmente, entre os meses de abril a outubro. Num total, podem ser realizados até 160 leilões em um ano.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDiretor de fotografia de Detetive Pikachu critica trailer de Sonic: O Filme
Próximo artigoDe Pernas pro Ar 3 perde espaço de exibição por conta de Vingadores: Ultimato