Estado que atingiu meta de cirurgia eletiva receberá recurso extra do governo

Ministério da Saúde/Creative Commons

Cirurgia

O Ministério da Saúde liberou R$ 61,1 milhões para repassar aos 67 municípios de 17 estados que atingiram a meta de mutirões de cirurgias eletivas, conforme produção cirúrgica realizada. Segundo o ministério, os estados que cumpriram a meta poderão receber o dobro dos recursos pagos no último semestre.

Em 2017, foram feitas mais de 80,6 mil cirurgias eletivas. Entre as cirurgias eletivas estão previstos procedimentos de média e alta complexidade, sem caráter de urgência, como cirurgias de pele, tecido subcutâneo, oftalmológicas; cirurgias das glândulas endócrinas; cirurgias do sistema nervoso central e periférico; cirurgias das vias aéreas superiores, da face, cabeça e pescoço; cirurgias e oncológicas; cirurgias do aparelho circulatório e digestivo e cirurgias do aparelho osteomuscular.

O modelo de fila única para cirurgias eletivas foi adotado no ano passado em uma ação conjunta entre o Ministério da Saúde, estados e municípios. Para receberem os recursos, estados e municípios devem estar com a fila única atualizada e cadastrada junto ao governo federal.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPregão de remédios levou sete meses para ficar pronto
Próximo artigoTesouro Direto registra resgate líquido de R$ 1,668 bilhão em janeiro