Estado atende recomendação do MP e barra festa dos 300 anos na Arena Pantanal

Governo do Estado afirma que decisão foi em comum acordo com a Prefeitura; município ainda vai se manifestar sobre o assunto

Em comum acordo com a Prefeitura de Cuiabá e seguindo a recomendação do Ministério Público Estadual (MP), o governo do Estado negou a  utilização da Arena Pantanal para a festa de aniversário dos 300 anos de Cuiabá. O evento estava previsto para os dias 6, 7 e 8 de abril e, agora, deve ser realizado no Sesi Papa.

Em nota, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) ponderou entender que a Arena é multiuso e que está preparada para receber shows dentro de um calendário possível. Destacou, entretanto, que as datas do evento a ser promovido pelo Município coincidem com a semifinal e final do campeonato estadual, além do início dos jogos da Série B.

Ainda conforme a Pasta, durante toda a semana, federações esportivas do Estado manifestaram insatisfação com o uso da Arena Pantanal para a realização do evento, alegando preocupação com a preservação do gramado e transferências de datas dos jogos, já programados, para a semana do aniversário da cidade.

“Para evitar o risco de Cuiabá receber sanções, como a perda de um ano de jogos da 1ª fase do Campeonato Brasileiro Série B, além do risco de a festa de aniversário ser cancelada a poucos dias do evento, em caso de judicialização da questão, foi tomada a decisão de não utilizar o espaço”, diz trecho da nota da secretaria.

“Tivemos a notificação do promotor de Justiça Ezequiel Borges, do Ministério Público Estadual. A possível judicialização do evento traria riscos de a festa ser cancelada em cima da hora, o que frustraria a população local e as pessoas que muitas vezes vem de longe para assistir ao espetáculo”, afirmou o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec.

Proteção de gramado

Na segunda-feira (18), a Prefeitura de Cuiabá informou que uma das primeira medidas a serem tomadas para a realização da festa dos 300 anos na Arena Pantanal seria a aquisição de um material moldado em plástico de alta resistência para proteção do gramado da Arena Pantanal. “Serão 8 mil metros de proteção, montados por uma equipe com aproximadamente 30 trabalhadores”, destacou o secretário de Inovação e Comunicação, Júnior Leite, na ocasião.

A reportagem do LIVRE questionou a administração do município sobre a compra desse material. A Secretaria de Inovação e Comunicação informou que a prefeitura deve se manifestar sobre o caso ainda nesta quinta-feira (21).

*Com assessoria

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLava Jato prende ex-presidente Michel Temer
Próximo artigoGoverno federal não vai fazer reestruturações salariais