Está de férias? Veja dicas para evitar assaltos em sua casa enquanto você viaja

A Polícia Militar divulgou várias orientações de cuidados para esse período de férias, viagens e compras

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Algumas orientações simples podem fazer a diferença e evitar furtos residenciais, principalmente nessa época do ano, quando famílias inteiras saem em viagens, deixando o imóvel, muitas vezes, sem a segurança adequada. Para melhor proteger os bens,  a Polícia Militar de Mato Grosso orienta a população com dicas simples, que podem fazer a diferença:

Não viaje sem que ninguém saiba. É importante avisar familiares e vizinhos de confiança que viajará e, se possível, deixar alguém para ir até a residência periodicamente. Além disso, retire os objetos de valor, como eletrodomésticos e jóias, e deixe em um lugar seguro.

Avise o vizinho sobre a identidade da pessoa que vai até a casa. Dessa forma, qualquer movimentação estranha é motivo para que o morador tome providências. Roupa no chão ou uma janela aberta podem denunciar que algo não está conforme planejado. Se o morador costuma deixar luzes acesas, é recomendado que o responsável pela segurança do local vá ligar a noite e desligar ao amanhecer. Deixar ligada 24 horas pode despertar a atenção de pessoas mal intencionadas.

“O morador deve deixar telefones de contato em local visível para que a comunicação seja direta. Em caso de arrombamento, por exemplo, uma viatura passa e checa a situação e não tem quem acionar por falta de um contato. Deixe uma ou mais opções de números”, orientou o comandante da 1ª Cia da PM do Centro de Cuiabá, tenente Marcelo Moessa de Souza.

Outra orientação muito importante é evitar divulgar fotos em redes sociais enquanto estiver fora. “Os bandidos são antenados e sabendo que não tem ninguém em casa procuram agir”, disse o comandante.

O mesmo é válido para os grupos de whatsapp que o cidadão participa. “Não avise em grupos que vai viajar. Avise pessoas”, pontuou o militar.

As compras

Precaução e cuidado também devem ser levados em consideração pelos cidadãos na hora de ir às compras. Nessa época de Natal e fim de ano, a movimentação é maior.

As mulheres, em especial, devem ter cuidado com as bolsas. Seguindo as orientações da Polícia Militar, o zíper da bolsa deve estar voltado para o lado do corpo, nunca para o lado de fora.

O uso do cartão é o mais indicado. E em caso de dinheiro em espécie, levar somente a quantia que vai gastar, já sabendo o que vai comprar. Em caso de uma ação de roubo ou furto, não perderá tudo o que possui.

Quanto ao celular, evitar manuseá-lo na rua. Se tiver que atender ou ler uma mensagem, melhor entrar em um estabelecimento comercial.

“A distração facilita uma ação criminosa. Enquanto o cidadão está distraído, o suspeito está atento a uma oportunidade. A orientação é estar esperto e sempre olhando ao redor. E em caso de suspeitas, ligar imediatamente para o 190 para que a PM o aborde e evite ações criminosas”, destacou o tenente Moessa.

Em relação aos veículos durante as compras, o ideal é deixar em estacionamento pago. A iniciativa pode parecer cara, mas, segundo Moessa, custa mais barato se considerar a possibilidade de danos materiais.

Então, seja uma viagem ou compras no centro da cidade, onde há mais movimentação, tenha como o hábito de perguntar a si mesmo “o que preciso fazer se vou viajar, se vou às compras”? Isso ajudará a tomar os cuidados com menos chance de erros.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNetflix anuncia The Liberator, série sobre a Segunda Guerra Mundial
Próximo artigoEscola bilíngue certificada pela Unesco, Pueri Domus une tecnologia e ludicidade em Cuiabá