Especialista dá dicas para evitar cair em golpes em apps de relacionamento

Golpes utilizando perfis falsos em aplicativos de relacionamento estão se tornando comuns, saiba como se prevenir

Ilustrativa/Pixabay

Nas últimas semanas, golpes aplicados por criminosos usando perfis falsos em aplicativos de relacionamento se tornaram comuns. Usando fotos encontradas em redes sociais de terceiros pela internet, criminosos se cadastram em aplicativos de relacionamento e se passam pelas pessoas nas imagens, conversam com vítimas e coletam informações como estilo de vida, ganhos mensais, dados da conta bancária e endereço, informações que facilitam o crime de extorsão.

Para evitar novas vítimas, o cofundador e Chefe de Tecnologia do aplicativo de relacionamento brasileiro Umatch, Cayo Syllos, dá algumas dicas. Confira:

Confira como é feita a verificação de perfis do aplicativo

Os aplicativos têm diferentes formas de verificação de perfis para garantir a veracidade dos usuários. Portanto, se ao se cadastrar perceber que o processo não parece ser muito seguro, se o aplicativo não solicitar documentos ou informações que comprovem que você é realmente aquela pessoa, desconfie. Na Umatch, aplicativo de relacionamento voltado para universitários, o processo de verificação funciona de forma semi-automatizada.

Para a maioria das universidades que possuem domínio de e-mail, a aprovação dos usuários ocorre de forma automática, uma vez que o aluno informa o e-mail universitário e recebe um email de confirmação para validar o acesso. Caso não possua um domínio de e-mail, é necessário enviar um documento que comprove o vínculo com a universidade, como boleto ou comprovante de matrícula. As informações enviadas passam por um sistema antifraude que as cruza com os dados de outros usuários da base, a fim de evitar duplicidades. Ao final, o cadastro ainda passa por um crivo humano, antes de ser aprovado na plataforma.

Converse antes de marcar o encontro

Não tenha pressa. Procure conhecer bem o pretendente antes de marcar um encontro. Pergunte gostos, lugares que frequenta, estilo de vida, saiba quem é a pessoa antes de marcar um encontro. Essa é mais uma forma de garantir que aquela pessoa realmente é quem diz ser.

Confira o perfil da pessoa em outras redes sociais

Outra forma de garantir a veracidade do perfil é buscar o perfil da pessoa em outras redes sociais. Alguns aplicativos trabalham com integração automática com outras redes, o que facilita o trabalho. Caso o aplicativo em questão não exiba o perfil da pessoa em outras redes sociais, peça à pessoa o perfil dela e certifique-se de que é um perfil verdadeiro, com fotos recentes e antigas, comentários de amigos e pessoas próximas.

Faça chamadas de vídeo

A melhor maneira de garantir que a pessoa existe é realizando chamadas de vídeo. No entanto, é normal que alguns usuários evitem fazer chamadas nas primeiras conversas. Se já estão conversando há algum tempo e há intimidade para planejar um futuro encontro, insista em fazer uma chamada de vídeo para se conhecerem antes da data.

Conte a pessoas próximas sobre o encontro

Se você decidiu que quer encontrar o pretendente, conte às pessoas próximas aonde será o encontro, envie também a localização e mantenha essas pessoas informadas de qualquer situação suspeita. São pequenos cuidados que podem evitar uma grande decepção.

Conheça o pretendente em um local público

Parece evidente, mas muitas pessoas podem ir pela emoção e acabam marcando o primeiro encontro em um local mais privado. Marque sempre os primeiros encontros em locais públicos até se sentir seguro (a), e realmente ter certeza de que a pessoa é quem diz ser.

Denuncie perfis suspeitos

Por fim, desconfiou de algum perfil ou descobriu que ele era falso? Evite que outras pessoas desatentas caiam em golpes. Denuncie o perfil do usuário em questão ao aplicativo. Todos os aplicativos de relacionamento contam com a opção de denunciar perfis, assim você pode contar o que houve e evitar que outras pessoas sejam enganadas.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCuiabá é referência em ortopedia oncológica pelo SUS
Próximo artigoEm quatro meses, Hospitais Regionais realizaram mais de 77 mil atendimentos eletivos