“Escola de Energia” cria novas oportunidades no mercado de trabalho em MT

A ação é promovida pela Energisa em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai)

(Foto: José Cláudio Neto)

“O projeto mudou minha vida”, a frase é do eletricista, José Claudio Neto, um dos participantes da “Escola de Energia”, uma parceria da Energisa com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). O projeto qualifica, desenvolve competências e prepara profissionais para o mercado de trabalho no setor de energético.

José Neto lembra, que antes da “Escola da Energia” ficou quase dois anos desempregado. “Um colega da igreja mencionou o curso e apesar de não saber nada sobre a área, fui participar. Vi ali uma oportunidade para mudar de vida”, conta.

À medida que o curso foi acontecendo, Neto se apaixonou pela profissão. “A parte teórica era sempre mais difícil, confesso, mas adoro a parte prática do trabalho”, diz. Após o curso de eletricista em redes de distribuição na “Escola de Energia” José conseguiu uma oportunidade como eletricista na Energisa. “Demorou um pouco, mas hoje estou empregado e feliz com o que eu faço”, comemora.

A história de José Neto é a grande inspiração do projeto. Em 2019, a parceria qualificou 280 profissionais, em 12 turmas realizadas em sete municípios: Cuiabá, Cáceres, Barra do Garças, Rondonópolis, Confresa, Alta Floresta e Sinop.

“Já são nove turmas concluídas e três serão encerradas até fevereiro de 2020”, informou a analista de Recursos Humanos da Energisa, Shirlei Soares e Silva Carvalho.

Ela destaca que a formação de mão de obra para o setor é o foco da parceria. “O projeto reforça o nosso compromisso com o desenvolvimento do Estado, além de criar novas oportunidades para os que buscam ingressar no mercado de trabalho”, avalia.

Uma novidade em 2019 foi a abertura de duas turmas, em Confresa e Alta Floresta. “Tivemos uma demanda para essa localidades, e junto com o Senai conseguimos levar uma turma para cada cidade. O setor de energia elétrica no Brasil é muito promissor, fundamental e estratégico para assegurar o desenvolvimento econômico do país. Por isso, é essencial termos profissionais cada vez mais qualificados e preparados para o mercado”, reforça Shirlei.

Para o gerente de Educação do Senai/MT, Carlos Braguini,  o projeto oportuniza a formação de trabalhadores em um segmento de alta empregabilidade e relevância socioeconômica. “Permite que as pessoas ampliem sua chance de trabalho a partir de uma formação técnica específica, cujo mercado apresenta excelentes oportunidades. E a Energisa é um parceiro estratégico do Senai na formação desses profissionais qualificados e na criação de oportunidades dentro do mercado de trabalho”, ressalta.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDirigida por chileno, websérie sobre cultura cuiabana será lançada no Sesc Arsenal
Próximo artigoPara manter ações sociais, grupo musical Buriti Nagô realiza feijoada neste sábado

O LIVRE ADS