Era Uma Vez em Hollywood ultrapassa US$ 100 milhões de bilheteria na América do Norte

É o 4º filme do diretor a "se dar bem"

O nono filme do diretor Quentin Tarantino, Era Uma Vez em Hollywood, ultrapassou a marca de US$ 100 milhões de bilheteria da América do Norte.

Este é o quarto longa do diretor a chegar aos US$ 100 milhões. Só no terceiro final de semana em cartaz nos EUA, o filme arrecadou US$ 11,6 milhões, elevando o total para US$ 100,3 milhões.

Segundo o Screen DailyDjango Livre arrecadou o total de US$ 162,8 milhões, Bastardos Inglórios US$ 120,5 milhões e Pulp Fiction US$ 107,9 milhões.

Uma marca bastante encorajadora para que o diretor esqueça seus planos de aposentadoria após o décimo filme.

O filme conta a história de Rick Dalton  — um ator que viveu seus anos de glória em séries de faroeste na TV americana — e Cliff Booth, o dublê e melhor amigo de Dalton.

Ambos estão na pior fase de suas carreiras e não conseguem empregos na indústria cinematográfica após a queda do gênero de faroeste. Mas Dalton tem uma vizinha famosa que pode ajudar a mudar todo esse panorama e alavancar suas carreiras. Essa vizinha é a atriz Sharon Tate, que acabaria sendo morta naquele mesmo ano pelo culto do psicopata Charles Manson.

O filme estreia no Brasil em 15 de agosto.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS