Entregadores de apps fazem greve nacional nesta quarta-feira

Trabalhadores cobram melhoria na remuneração e condições de trabalho em todo o Brasil

Imagem Ilustrativa (Foto: Marcello Casa/Agência Brasil)

Os entregadores de aplicativos promovem uma greve nacional nesta quarta-feira (1º). Os trabalhadores pedem melhores condições de trabalho, medidas de proteção contra os risco de infecção pelo coronavírus e mais transparência na dinâmica de funcionamento dos serviços e das formas de remuneração.

A paralisação foi convocada por trabalhadores de empresas como Rappi, Loggi, Ifood, Uber Eats e James.

Atualmente, os entregadores são remunerados por corrida e pela distância percorrida. Eles cobram o aumento das taxas mínimas recebidas por cada corrida e o valor mínimo por quilômetro.

Tanto em relação à remuneração quanto aos bloqueios, os trabalhadores questionam a falta de transparência das plataformas, que não deixam claras as formas de cálculo dos pagamentos e os critérios utilizados para a suspensão das contas dos trabalhadores.

Estudo

Um estudo de sete pesquisadores, publicada na revista Trabalho e Desenvolvimento Humano e realizada neste ano, entrevistou entregadores de apps em 29 cidades durante a pandemia.

O trabalho mostrou que mais da metade (54%) trabalham entre nove e 14 horas por dia, índice que aumentou para 56,7% durante a pandemia. Entre os ouvidos, 51,9% relataram trabalhar todos os dias da semana.

Cerca de metade dos entrevistados (47,4%) recebia até R$ 2.080 por mês e 17,8% disseram ter rendimento de até R$ 1.040 por mês. A maioria dos participantes do levantamento (58,9%) afirmou ter tido queda da remuneração durante a pandemia.

(Com Agência Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTrancada pelo marido, mulher pede socorro no WhatsApp e é salva por vizinhos em Cuiabá
Próximo artigoConselheiro afastado do TCE é preso por tentativa de obstrução da Justiça

O LIVRE ADS