Engenheira civil sofre importunação sexual de empreiteiro em obra

Ela havia ido até a obra a pedido dela fazer uma vistoria

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Uma engenheira civil de 31 anos registrou um boletim de ocorrência contra um empreiteiro de 38 anos após sofrer uma importunação sexual dele em uma obra que ela está responsável em Lucas do Rio Verde (330 km de Cuiabá).

Segundo a vítima, ela é casada e tem uma empresa de engenharia e construtora junto com o marido, na qual ela atua como engenheira.

Atualmente, no entanto, ela tem sido perturbada recebendo mensagens via WhatsApp por um empreiteiro, prestador de serviço terceirizado de uma obra residencial que ela está responsável no Bairro Jardim das Palmeiras, em Lucas do Rio Verde.

Nessa quinta-feira (1º), às 6h37, ele mandou uma mensagem pedindo que a engenheira fosse até a obra verificar uma telha da cobertura do terceiro andar.

Ela foi e, ao adentrar à obra, acompanhada do empreiteiro, quando estava subindo a escada que dava acesso ao terceiro andar, o empreiteiro a agarrou pela cintura.

Assustada e nervosa, ela gritou: “Você está louco? Que atitude de moleque”. O empreiteiro se fez de desentendido e a soltou, dando a entender que ela havia dado espaço para ele fazer a ação.

Ela procurou a polícia e registrou um boletim de ocorrência relatando o ocorrido. Ela também contou que ele já a havia chamado para sair e ela havia dito não, frisando que a relação dos dois seria apenas profissional.

Após a vistoria ela pediu mais uma vez que ele não tentasse mais nada, nem se aproximasse dela. O caso foi registrado como importunação sexual.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorÉ comerciante? Especialista em marketing dá 5 dicas para aproveitar mais a Black Friday
Próximo artigoConfira os lançamentos de outubro na Amazon Prime Video