Enem 2019: Inep proíbe aplicadores de prova de usarem celulares

No primeiro dia de prova, um dos profissionais fotografou e divulgou o tema da redação

Foto ilustrativa

Os aplicadores de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não poderão mais entrar com celular nas salas onde são aplicados os exames.

A medida foi tomada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) após a prova de redação ter sido fotografada e divulgada nas redes sociais no último domingo (3).

Até então, segundo o Inep, os aplicadores deviam guardar os celulares em envelopes porta-objetos, assim como os participantes do Enem. Neste segundo dia de aplicação da prova, domingo (10), os aparelhos não poderão ficar nas salas, nem mesmo dentro do envelope lacrado.

LEIA TAMBÉM

A regra vale para os 147,6 mil fiscais de sala; 29,5 mil fiscais volantes; 147,6 mil chefes de sala, e os 5,5 mil aplicadores especializados, que são os intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras), ledores, transcritores, entre outros.

Todos eles têm acesso à sala de prova.

Poderão usar o celular no Enem os coordenadores estaduais, municipais, de aplicação e os 12 mil certificadores, que são servidores públicos federais e professores das redes públicas de ensino estaduais e municipais.

Segundo o Inep, eles não têm acesso às salas.

Para os participantes do exame, os celulares e outros aparelhos eletrônicos continuam proibidos.

Eles devem ser colocados dentro de envelope porta-objetos entregue antes do início do exame. Os aparelhos devem estar desligados e, se possível, deve-se remover a bateria, pois caso emitam algum som, mesmo dentro do envelope lacrado, levarão à eliminação do estudante.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça manda soltar ex-ministro José Dirceu
Próximo artigoPedágio no centro de Cuiabá recolhe doações para salvar vida da bebê Antonella

O LIVRE ADS