Início Mato Grosso Empurrãozinho do futebol: aeroporto de Cuiabá se torna internacional só para receber...

Empurrãozinho do futebol: aeroporto de Cuiabá se torna internacional só para receber time

Cuiabá Futebol Clube podia perder por W.O, se time peruano não conseguisse chegar em Mato Grosso. Governo deu uma "ajudinha"

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, vai ganhar status temporário de terminal internacional para receber a delegação do Melgar, time peruano que estreia contra o Cuiabá pela Copa Sul-Americana, amanhã (7). 

A liberação foi anunciada nesta quarta-feira (6) pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Conforme o órgão, o Governo de Mato Grosso enviou os dados necessários exigidos pela Agência Nacional Vigilância Sanitária (Anvisa), Receita Federal e Polícia Federal. 

Vitória por W.O

O voo da delegação peruana parte nessa manhã de Lima, capital do país. A viagem demora entre 11h e 12 horas.  

A Conmebol, responsável pela organização do torneio, havia levantado a hipótese de dar a vitória ao Melgar por W.O, com a justificativa de que o time do Cuiabá não disponibilizou um aeroporto internacional a uma distância máxima de 150 km do local do jogo. 

Espera interminável

A internacionalização do Marechal Rondon se arrasta, pelo menos, desde o início das obras para a Copa do Mundo no Brasil, em 1012. O projeto de reforma do aeroporto incluía adaptação para critérios internacionais, mas não houve avanço para o novo status. 

Em 2019, a direção do aeroporto passou para o Consórcio Centro-Oeste Airports e havia expectativa de que os voos internacionais começassem a ser operados já no início de 2020.
A intenção era transformar o Marechal Rondon em hub internacional, uma central de conexão para vários países.  

LEIA TAMBÉM

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui