Família é sequestrada e acaba em meio a perseguição policial

Uma das vítimas ligou para o irmão e avisou sobre o sequestro; um dos assaltantes conseguiu fugir

Foto: Reprodução

Um empresário de 28 anos e toda sua família foram sequestrados e acabaram em meio a uma perseguição policial. Quando seguia o veículo, a Polícia Militar não sabia que as vítimas estavam dentro dele, feitas de refém.

O crime ocorreu na noite desse domingo (30), em Barra do Garças (520 km de Cuiabá). A família foi abordada na porta de casa, no Bairro Dermat, por volta das 22 horas.

Conforme o boletim de ocorrência, o empresário estava entrando em casa com o veículo, um Corolla, quando dois homens pularam o muro, anunciaram um assalto e mandaram ele falar baixo.

No susto, a vítima gritou e o barulho foi ouvido pela esposa, de 35 anos, que correu para o quarto, se trancou e ligou para o irmão, informando sobre o crime.

De imediato, o irmão da vítima ligou para a polícia. Disse que estava em frente à casa da irmã e que a família dela – que conta com duas meninas de dois e cinco anos – estava sendo roubada e mantida em cárcere privado dentro da própria casa.

Quando a equipe policial chegou ao endereço, encontrou o irmão da vítima e, em seguida, viu um Corolla saindo da casa em alta velocidade, chegando a tentar bater na viatura.

Os militares iniciaram a perseguição e pediram apoio a outras equipes. Durante a fuga, os suspeitos acabaram batendo o carro em outro veículo e em um muro. Por conta disso, tentaram fugir correndo, cada um para um lado.

Foto: Reprodução

A equipe tentou seguir um dos suspeitos, que conseguiu fugir. O segundo foi seguido até apontar uma arma para os policiais, ser alvejado e cair no chão.

Ele estava com uma arma calibre 9 milímetros e com dois carregadores, contendo um total de 31 munições. Como ele foi atingido pelos policiais, o Corpo de Bombeiros foi acionado e o encaminhou para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Somente depois da prisão foi descoberto que, durante toda a fuga, o empresário, a esposa e as duas filhas do casal estavam no Corolla, feitos de reféns pelos suspeitos.

Do suspeito que conseguiu fugir, somente a arma foi encontrada – próximo ao local do acidente. Era uma calibre 380, com sete munições.

O outro homem foi levado ao pronto-socorro de Barra do Garças, onde passou por uma cirurgia. Segundo a Polícia Militar, provavelmente ele terá que usar cadeiras de rodas.

O caso foi registrado como roubo, sequestro e cárcere privado e danos materiais (contra o motorista do carro que os suspeitos bateram durante a fuga).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrefeitura de Cuiabá lança concurso com 288 vagas
Próximo artigoDeputado recebe alta