Empresário cai em golpe e perde R$ 90 mil ao tentar comprar 2.600 caixas de cerveja

Suspeitos disseram que bebida era proveniente de uma apreensão da Sefaz e seria vendida por estar próxima do vencimento

(Foto: Freepik)

Um empresário de Sinop (500 km de Cuiabá), de 37 anos, perdeu R$ 90 mil nessa quinta-feira (7) ao tentar comprar 2.600 caixas de cerveja por um preço mais baixo e acabar caindo em um golpe.

Segundo o empresário, ele recebeu uma ligação de um homem que se apresentou como “doutor Eduardo, diretor da Sefaz de Mato Grosso”, e ofereceu 600 caixas de Heineken e 2 mil caixas de Brahma por R$ 90 mil.

O estelionatário teria dito que a bebida seria proveniente de apreensão, mas a venda teria sido autorizada porque a data de vencimento estava próxima. Ele disse à vítima, ainda, que o valor real de todo o produto seria de aproximadamente R$ 130 mil. Os dois, então, marcaram um encontro no Fórum de Sinop.

Quando o empresário chegou ao local, o suspeito disse que estava ocupado e que mandaria um de seus fiscais falar com ele. Foi quando um homem que se apresentou como José apareceu e ficou conversando com a vítima até o suposto “doutor Eduardo” surgir.

O suspeito se apresentava bem vestido, de terno, gravata e óculos.

Após a chegada do suspeito, ele levou a vítima até o depósito de um supermercado atacadista, onde uma terceira pessoa foi chamada. Este homem se apresentou como diretor do mercado. Ele estava com um documento contendo dados da empresa da vítima.

Ao empresário, os estelionatários disseram que eram necessárias as assinaturas de dois advogados para a liberação das cervejas. Eles, então, levaram a vítima até o Hospital Santo Antônio dizendo que os advogados estavam lá.

Já na unidade médica, eles disseram que o empresário precisava fazer o pagamento antes de assinar a liberação da bebida. A vítima, então, entregou R$ 90 mil em espécie para o “doutor Eduardo”, que disse que iria conferir o dinheiro, pediu que a vítima aguardasse na recepção e entrou no hospital.

Após 15 minutos, o empresário tentou ligar para os suspeitos e os celulares deles já estavam desligados. Somente nesse momento ele percebeu que havia caído em um golpe e procurou a polícia.

O caso foi registrado como estelionato.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

3 COMENTÁRIOS

  1. Estelionatário sempre acha um que pensa ser mais experto que os outros. 90mil em espécie para pagar “fiscal” da SEFAZ? E não achou nada estranho? Não sabe que o que é apreendido é leiloado por site depois de todo o trâmite legal? Que “inteligente”

  2. O engraçado é que o empresário aí não achou nada estranho na história toda… ligarem diretamente pra ele, oferecer cerveja mais barata, encontrar em hospital… Esse é mané mesmo!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFacebook e Twitter censuram e apagam postagens de Donald Trump
Próximo artigoCertidão para isenção do IPTU pode ser solicitada ao MT Prev pela internet