Empresa é multada em R$ 450 mil por contaminar o solo em Várzea Grande

Escoamento de líquido poluidor atingiu uma área extensa e chegou até o Rio Cuiabá, por meio do córrego Formigueiro

Foto por: Sema-MT

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) aplicou multas que totalizam R$ 450 mil em um curtume por contaminação do solo e vazamento irregular de efluentes no córrego Formigueiro, em Várzea Grande. A fiscalização aconteceu em outubro deste ano, após uma denúncia na ouvidoria da pasta.

O dano ambiental foi constatado após equipes da Sema e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Várzea Grande realizarem a vistoria técnica no local e a coleta e análise do material encontrado.

Na fiscalização, agentes encontraram o escoamento de efluente com a coloração preta, em uma extensa área. Foi possível detectar óleo incrustado no solo e pegadas de animais que estiveram no local. O líquido possuía um forte odor característico de atividade industrial.

Após investigação, foi constatado que o vazamento teve início após instalação de um cercado, que perfurou uma tubulação subterrânea que transportava os resíduos. Os agentes vistoriaram todos os empreendimentos da localidade para verificar a origem do líquido poluidor.

Foto por: Sema-MT

As multas são referentes a três infrações:

  • R$ 150 mil por lançamento de resíduos sólidos, líquidos ou substâncias oleosas em desacordo com a lei;
  • R$ 150 mil por construção ou utilização de recursos ambientais sem autorização ou licença;
  • R$ 150 mil por poluição que prejudica a saúde da população e a biodiversidade da fauna e flora.

Na ocasião, os agentes observaram que o escoamento atingiu uma área extensa e chegou até o Rio Cuiabá, por meio do córrego Formigueiro, em Várzea Grande.

A empresa responsável pelo crime ambiental foi autuada e notificada para que seja feito um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que determina que o empreendimento faça a revitalização e estudos da área afetada.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTCU barra Caixa Econômica e União de liberar dinheiro para instalação do BRT
Próximo artigoVocê sabe como escrever uma carta de apresentação perfeita?