Empresa doa máscaras transparentes para famílias de deficientes auditivos

Para conseguir uma é preciso fazer um agendamento e apresentar exame que comprove o problema auditivo

(Foto: Assessoria)

Para ajudar as pessoas com deficiência auditiva a se comunicarem melhor com seus familiares, a Audax Aparelhos Auditivos está doando máscaras feitas de material transparente, mas chamadas máscaras inclusivas.

Com o uso da máscara de tecido, seja descartável ou caseira, pessoas com deficiência auditiva, mesmo usando aparelhos, têm dificuldade de compreensão. O som da fala fica mais abafado e não há o apoio visual dos lábios de quem está falando.

“A máscara facial é um acessório indispensável para proteção contra a covid 19. Mas as pessoas com problemas de audição, principalmente os idosos, que fazem parte do grupo de risco, estão sofrendo dificuldade de entendimento com o som abafado. É o nosso dever social ajudar essas famílias nesse momento”, explica a fonoaudióloga Samia Helena Ribeiro, responsável pela empresa.

Inicialmente serão disponibilizadas 100 máscaras transparentes.

Os interessados devem ligar ou enviar uma mensagem via WhatsApp para o número (65) 98111-4900 e fazer o agendamento.

Um formulário será disponibilizado e tem que ser preenchido. Além disso, a pessoa terá que apresentar o exame de perda auditiva do familiar.

A retirada das máscaras inclusivas pode ser feita desde segunda-feira (10), na sede da Audax Aparelhos Auditivos, na Avenida Coronel Escolástico, em Cuiabá.

“A Audax é uma empresa que atua há mais de 10 anos em Cuiabá atendendo de forma humanizada as pessoas que possuem problemas de audição e tem a responsabilidade social de poder ajudar a população”, completa Ribeiro.

Onde conseguir sua máscara inclusiva?

Audax Aparelhos Auditivos
Av. Cel. Escolástico, 210 Cuiabá MT
Telefone: (65) 2127-2040 / (65) 98111-4900
Segunda a sexta-feira, das 9h às 16h
Sábado, das 9h às 11h

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRetomada econômica em Cuiabá pode ter isenção de impostos para incentivar home office
Próximo artigoSTF arquiva ação que tentava barrar aumento na alíquota previdenciária em MT