Emanuel Pinheiro quer realizar seminário dos 299 anos de Cuiabá em Nova York

Ednilson Aguiar/O Livre

 Emanuel Pinheiro

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), informou que planeja realizar um seminário em Nova York em abril do próximo ano, quando a capital mato-grossense completará 299 anos. Ele afirmou que o objetivo é fomentar a relação econômica bilateral entre Estados Unidos e Cuiabá.

“[Vamos reunir] empresários cuiabanos que queiram investir aqui e empresários americanos que queiram investir em Cuiabá, chamando a atenção para o potencial econômico da nossa capital”, argumentou.

O seminário começou a ser articulado durante viagem do prefeito aos Estados Unidos. Nesta terça-feira (15/08), Emanuel se reuniu com a Câmara de Comércio Brasil-EUA e tratou da questão.

“Ficou definido que vamos explorar três setores: agronegócio, ecoturismo e infraestrutura”, declarou Emanuel, logo depois da reunião. “Vou trazer empresários desses três setores da nossa economia e eles vão chamar empresários desses três setores daqui, para daí nascer uma excelente relação economia bilateral entre Cuiabá e Estado Unidos”, explicou.

O diretor da Câmara de Comércio Brasil-EUA, José Roberto Azevedo, disse que é preciso prestar atenção no potencial econômico de outras regiões, além do Centro-Sul do país.

“O momento é oportuno para chamar a atenção dos investidores para oportunidades que são tão boas ou melhores. Um crescimento médio maior e sem aquela loucura de São Paulo e Rio de Janeiro. Cuiabá é uma cidade tão agradável, perto do Pantanal. Eu convidaria todo americano a conhecer o Pantanal”, disse.

O prefeito viajou para os Estados Unidos no sábado (12) e retorna no dia 23. A missão oficial é “vender” Cuiabá para possíveis investidores e conseguir parceiras nos setores de educação, geração de emprego, tecnologia e mobilidade urbana.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia Civil divulga retrato falado de suspeito de atropelar travesti em Várzea Grande
Próximo artigoSTJ confirma condenação de Bolsonaro por danos morais a Maria do Rosário