Emanuel Pinheiro diz que flagra em vídeo é “deturpado”

 

Reprodução

Emanuel

 

Em um comunicado na sua página no Facebook, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), classificou como “totalmente deturpada” a imagem em que aparece recebendo dinheiro em espécie na sala de Sílvio Corrêa, ex-chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa (PMDB).

VEJA A COBERTURA COMPLETA DA DELAÇÃO

A gravação, divulgada nesta quinta-feira (24) no Jornal Nacional, é parte do conteúdo da delação premiada de Silval à Procuradoria Geral da República (PGR), homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).  No início de agosto, o jornal Folha de S. Paulo já havia divulgado que Silval tinha vídeos de deputados recebendo uma espécie de mensalinho.

Além do prefeito, então deputado estadual na gravação, são flagrados em vídeo recebendo dinheiro os parlamentares à época Luciane Bezerra (PSB), Alexandre César (PT), Ezequiel Fonseca (PP) e Hermínio Barreto.

Recém-chegado de uma agenda nos Estados Unidos, o prefeito destacou que, por recomendação dos advogados, não irá “se estender a esta acusação”, por “tratar-se de processo judicial com caráter sigiloso, o qual ainda não tive acesso”.

Ele ainda enfatiza que tem “28 anos de vida pública transparente como minha principal testemunha para enfrentar esta injustiça”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSilval delata suposta proposta de Taques e Maggi para anular Ararath; governador nega
Próximo artigoApreciar vinho é fácil e não precisa ser caro