Emanuel entrega viaduto e sinaliza candidatura ao governo de Mato Grosso

Emanuel condiciona entrada na disputa político-eleitoral em 2022 ao arco de alianças para apoiá-lo numa disputa ao governo do Estado.

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) entregou na noite dessa segunda-feira (10) o viaduto Murilo Domingos, que favorece a ligação do município de Cuiabá com Várzea Grande.

Em uma solenidade prestigiada por vereadores, deputados e senadores, Emanuel declarou em discurso que não descarta a possibilidade de ser candidato ao governo do Estado nas eleições de 2022.

Porém, condicionou o projeto político aos apoios que possa somar numa eventual corrida ao Palácio Paiaguás.

“O mais certo é quatro anos (de mandato), mas se vocês todos apoiarem vira um ano e meio. Se não apoiarem é quatro anos. Mas, independente disso, temos muito que trabalhar pela nossa cidade, pelo nosso estado”, declarou.

A solenidade de entrega do viaduto foi marcada pela ausência do governador Mauro Mendes (DEM) e de representantes do governo do Estado.

Para concorrer ao governo do Estado nas eleições de 2022, Emanuel seria obrigado, por força da legislação, a renunciar ao cargo de prefeito de Cuiabá em abril, abrindo espaço para o mandato em definitivo do atual vice-prefeito, José Roberto Stopa (PV).

Após o encerramento da solenidade, Emanuel reforçou o discurso de consolidar um projeto à disputa ao governo do Estado, revelando, sem citar ninguém nominalmente, que setores da classe política e empresarial estão dispostos a construir uma unidade política.

“Cuiabá vai ter um prefeito acelerado para trabalhar no social e identificar quem mira um governo mais eficiente na área social, que de longe está na lista dos melhores desempenhos do Estado”, disse.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTermo de cooperação entre CRECI e TJ atribui ao corretor a avaliação de mercado dos imóveis dos cartórios de MT
Próximo artigoTiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia