Emanuel entrega segunda parte do HMC e recebe aporte de R$ 48 milhões da União

Pinheiro garantiu que após entrega total, meta é acabar com os pacientes nos corredores do hospital

Foto: Gustavo Duarte

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) entregou nesta segunda-feira (22) a segunda parte de Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), que passa a contar com 90 leitos de enfermaria. Para o custeio da unidade, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que cumpre agenda na Capital, garantiu aporte de R$ 48 milhões.

“As obras muitas vezes são feitas sem pensar no custeio. Eu penso muito nisso. Este é o pontapé inicial para o hospital começar a produzir e informar a média e, gradativamente, nós vamos chegar ao ponto de equilíbrio do hospital. O que não pode é a gente mandar abrir e não garantir o custeio”, destacou o ministro da Saúde durante a entrega.

Além dos leitos de enfermaria, a nova etapa entregue também oferece uma farmácia-satélite, um laboratório de análises clínicas e um refeitório. A primeira etapa, inaugurada no dia 25 de fevereiro, contou com o funcionamento de 100 atendimentos ambulatoriais em 11 especialidades.

O HMC deve ser totalmente entregue no dia 9 de maio, em alusão ao aniversário de Mato Grosso. Na oportunidade, serão oferecidas cirurgias, exames diversos e consultas eletivas, passando então a funcionar a unidade de pronto socorro no local.

Na oportunidade, o prefeito garantiu ao ministro e ao governador Mauro Mendes (DEM), que ao entregar todas as etapas do hospital seria o “fim dos pacientes nos corredores”, situação constantemente denunciada pela imprensa, pela população e por vereadores de oposição à atual gestão.

“Neste momento que estamos abrindo 90 leitos de enfermaria aqui, estamos abrindo mais 21 leitos de enfermaria no São Benedito, hospital feito na sua gestão, para tirar todo o ser humano que está jogado nos corredores da saúde pública da Capital”, anunciou Pinheiro se referindo à Mendes.

Em recado dado diretamente ao governador, Emanuel em seu discurso lembrou que o HMC atenderia mais pessoas do estado do que somente Cuiabá. “É um legado de nossa gestão para o Estado”, destacou Pinheiro, cutucando o adversário político Mauro Mendes.

Vale lembrar que o HMC foi uma obra iniciada ainda na gestão de Mendes à frente da Prefeitura, fato que o atual governador fez questão de lembrar durante a inauguração, contando a história desde a escolha do local onde funcionaria o hospital, a visita de hospitais-referência, até os entraves jurídicos encontrados para a construção e, por fim, a licitação para a construção.

Mendes agradeceu aos envolvidos na construção, até mesmo ao ex-governador e desafeto político, Pedro Taques (PSDB), que aportou recursos para a construção quando ainda eram aliados políticos.

Leia mais:

“Em ciência, a gente só combate mitos com verdades”, responde ministro a grupos antivacinas

Mauro Mendes imunizado

“Servidores não terão vida fácil”

Hospital Municipal começa a funcionar e única reclamação é o acesso

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPost de Donald Trump de Game of Thrones gerou US$ 25 milhões de publicidade grátis para a HBO
Próximo artigoPolícia Civil instaura inquérito policial para apurar furto na Santa Casa