Emanuel diz que não discute disputa ao Governo de MT em 2022

Emanuel Pinheiro diz ser "antiético" discutir candidatura ao Paiaguás neste momento

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) declarou na quinta-feira (22) que não avalia neste momento a possibilidade de disputar o governo do Estado nas eleições de 2022.

O medebista classificou de “antiético” discutir projetos políticos em meio à crise sanitária decorrente da pandemia do coronavírus, que exige esforços administrativos para garantir a vacinação da população.

“Devemos gastar toda nossa energia com a vacina e no intuito de salvar vidas, então não existe nenhuma discussão sobre campanha eleitoral no meu partido”, disse.

O cerne da questão é que a cúpula do MDB oferece resistências internas ao projeto majoritário de Emanuel Pinheiro para 2022.

Concluir o mandato no Palácio Alencastro

A ala do partido mais aliada do governador Mauro Mendes (DEM), como a deputada estadual Janaína Riva, rejeita publicamente o projeto.

Há também quem avalie que Emanuel Pinheiro não tenha outra saída que não seja concluir o mandato no Palácio Alencastro.

Assim, as declarações de concorrer ao governo do Estado seriam parte de uma estratégia para valorizar seu “passe político” enquanto administrador do município que é o maior colégio eleitoral de Mato Grosso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMotociclista sofre acidente em Cuiabá e fica no chão por mais de 1h20 sem socorro
Próximo artigoUma dose de vacina reduz infecção em até 65%, revela estudo