|Sexta-feira, 20 abril 2018

Ema

COMPARTILHE COMPARTILHE

O ex-vereador Lúdio Cabral (PT) aparece na lista de delações da Odebrecht como beneficiário de R$ 1 milhão para o caixa dois de sua campanha a governador de Mato Grosso em 2014. Segundo o jornal Valor Econômico, foram duas doações de R$ 500 mil para a campanha do petista, que teria o codinome Ema. O dinheiro teria sido intermediado por Edinho Silva, então coordenador financeiro da campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Lúdio comentou o assunto em seu perfil no Facebook na semana passada e prometeu se posicionar quando souber o conteúdo da petição. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Comerciante reage a assalto, tira arma de bandido, mata um e fere outro

Clarice Lispector e irmã escreviam manuais para “amansar” empregadas, relembra pesquisadora da UFMT

Família pede doação de sangue para o músico Bolinha

Terceira mulher é estuprada próximo à Unemat de Sinop

Juiz autoriza confisco de bens em cobertura dos Malouf por receio de calote

X