Em uma semana, quatro farmácias foram assaltadas em Sinop

Polícia descarta possibilidade de ligação entre os casos

Imagem ilustrativa

Em uma semana, quatro farmácias foram assaltadas na cidade de Sinop (500 Km de Cuiabá). Para a Polícia Civil, que investiga os casos, não se trata do mesmo grupo de criminosos, pois os assaltados foram cometidos de formas diferentes. “A polícia não trabalha com a hipótese de que os casos tenham ligação, já que os crimes foram cometidos por grupos diferentes e que agem de formas diferentes. Três casos já foram solucionados e os suspeitos localizados”, disse o delegado da Delegacia de Roubos e Furtos, Ugo Ângelo Rech.

O caso mais recente foi registrado na tarde de domingo (25), na avenida André Maggi, por volta das 15h. Com as imagens das câmeras de segurança em mãos, a Polícia Militar realizou rondas em busca dos suspeitos, que foram localizados na estrada “Amélia”, ao invadirem uma residência. Segundo o Boletim de Ocorrência, os suspeitos aparentavam estar sob efeito de drogas. Os dois acusados (um de 23 e outro de 24 anos) negaram o crime, mas foram conduzidos até a delegacia e reconhecidos pelas vítimas.

Outros dois assaltos foram registrados em farmácias na mesma avenida, um na última terça-feira (20) e outro na quinta-feira (22). O crime da terça-feira aconteceu por volta das 17h30. Um dos suspeitos, de 16 anos, foi encontrado horas depois quando a Policia Militar fazia rondas na avenida dos Pinheiros. Ele pilotava uma Yamaha Lander azul com as mesmas características da moto usada no crime. Após revista, foi encontrado um simulacro de pistola e o criminoso acabou confessando a autoria do assalto.

Já na quinta-feira, o crime foi registrado no final da tarde, por volta das 17h. Segundo informações, o criminoso levou um celular e o dinheiro do caixa, depois fugiu de bicicleta sentido bairro Boa Esperança.

O crime que deu início a série de assaltos, foi registrado na segunda-feira (19). Os criminosos teriam entrado na farmácia por volta das 5h, renderam um funcionário, cometeram o assalto e depois fugiram. As câmeras de segurança registraram o ocorrido. Eles foram presos horas depois em posse de dinheiro, celulares e um facão.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAugusto Nunes: Cuba fez o que quis no Brasil durante o Mais Médicos
Próximo artigoMEC libera recursos para educação em tempo integral