Em Sinop, chapa de empresários soma R$ 51,3 milhões

Pecuarista Roberto Dorner “perdeu” R$ 7,9 milhões em quatro anos

Roberto Dorner e Dalton Martini (Foto: Reprodução)

No município de Sinop (500 km de Cuiabá), a principal chapa da oposição na disputa pela Prefeitura soma em patrimônio o total de R$ 51,3 milhões.

O empresário da comunicação e pecuarista Roberto Dorner (Republicanos) declarou à Justiça Eleitoral ter patrimônio de R$ 16,7 milhões, enquanto o candidato a vice-prefeito na chapa pelo Patriota, o empresário Dalton Martini, declarou ter R$ 34,5 milhões.

Em 2016, Dorner concorreu à Prefeitura de Sinop e declarou patrimônio de R$ 24,7 milhões. Ou seja, em quatro anos “empobreceu” R$ 7,9 milhões.

O patrimônio atual é formado em sua maioria por dinheiro em conta corrente e propriedade de imóveis urbanos e rurais, quotas de participação em empresas, cabeças de gado e equipamentos agrícolas.

Do total de R$ 34,577 milhões declarados, o candidato a vice-prefeito Dalton Martini tem no rol de bens tratores, trituradores, terrenos rurais, caminhões, veículos, apartamentos e  cabeças de gado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorServidora acusada de desviar R$ 16 milhões tem processo extinto
Próximo artigoCerrado perde área com 30 vezes do tamanho de Cuiabá em 18 anos