Em seu segundo jogo na Copa, Brasil arranca 2 a 0 da Costa Rica nos acréscimos

Bryan Ruiz e Paulinho disputam bola na Arena Zenit, pelo segundo jogo do Brasil na Copa (Foto: Thiago Bernardes/ Framephoto/Estadão Conteúdo)

Em seu segundo jogo pela Copa do Mundo de 2018, o Brasil bateu a Costa Rica em partida truncada, na qual os dois gols brasileiros saíram nos acréscimos do segundo tempo. O primeiro veio pelos pés de Philippe Coutinho. Na sequência, Neymar – que vinha mal no jogo – marcou o segundo. O duelo foi realizado na Arena Zenit, em São Petersburgo – conhecida como a “Paris do Oriente”, pela sua beleza. A cidade fica a 600 km de Moscou.

[featured_paragraph]O jogo começou disputado, mas sem muita eficácia de ambas as partes. Nenhum dos dois times conseguia avançar para disparar tiros contra o gol. Até os 20 minutos do primeiro tempo, não houve nenhuma jogada de risco em nenhum dos lados.[/featured_paragraph]

Aos 25 minutos do primeiro tempo, em jogada do ataque brasileiro, Marcelo ficou com sobra de bola na entrada da área pela esquerda, bateu rasteiro com a canhota e Gabriel Jesus, sozinho, dominou no meio do caminho e bateu com categoria para o gol. Teria sido um golaço, caso ele não estivesse impedido. O bandeira marcou a posição incorreta e o juiz anulou o gol.

Torcida do Brasil durante partida contra a Costa Rica na Arena Zenit(Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo)

A jogada animou o time brasileiro, que passou a pressionar a Costa Rica. Até o fim do primeiro tempo, o Brasil tinha 60% da posse de bola no jogo – demonstrando clara superioridade em campo conquistada após o gol anulado. Após essa curta demonstração, porém, o Brasil parou de atacar e a primeira etapa terminou fria.

Segunda etapa

O segundo tempo começou acelerado por parte do Brasil. Antes dos quatro minutos de jogo, a seleção já havia feito ao menos duas jogadas de perigo na área da Costa Rica. A pressão continuou, mas sem muita efetividade até a metade do segundo tempo.

As jogadas de ataque paravam nas mãos do goleiro Jorge Navas, da Costa Rica, que fazia partida impressionante. Navas é o goleiro que defende o time do Real Madrid. Neymar, por outro lado, abusava das quedas e dificilmente concluía ao gol.

Neymar durante partida contra a Costa Rica (Foto: Eduardo Nicolau/Estadão Conteúdo)

Aos 32 minutos, Neymar foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti. Na sequência, porém, a arbitragem cancelou a penalidade máxima e advertiu Neymar. Daí por diante, o jogo ficou na base dos contra ataques.

Gols – finalmente! 

Apenas nos acréscimos do segundo tempo o Brasil encontrou os seus gols. O primeiro veio pelos pés de Philippe Coutinho. Marcelo cruzou da ala esquerda para a segunda trave, Firmino – que entrou no começo do segundo tempo – ajeitou para dentro de cabeça, a bola passou por Gabriel Jesus, que não conseguiu dominar, mas Philippe Coutinho entrou sozinho e chutou de bico para finalmente vencer Navas!

O segundo gol veio no momento em que o jogo parecia predestinado a terminar com o resultado de 1 a 0. A seleção brasileira recuperou a bola no meio campo, Casemiro trouxe com espaço pelo meio e abriu na direita da área. Douglas Costa dominou sozinho, tocou para o meio e Neymar, de canhota, fez 2 a 0.

[featured_paragraph]”Nós temos noção da responsabilidade que essa camisa traz e dos 200 milhões que apoiam essa seleção”, disse Gabriel Jesus, logo após o jogo em entrevista para as televisões.[/featured_paragraph]

Com o resultado, o Brasil assumiu temporariamente a liderança do grupo E. A Suíça pega, na tarde desta sexta-feira (22), a Sérvia – que venceu a Costa Rica no seu primeiro jogo na Copa. Caso a Sérvia ganhe, assume a liderança do grupo.

Na primeira partida do Brasil nesta Copa, a seleção canarinha apenas empatou com a Suíça.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFamília reencontra adolescente de 14 anos desaparecida em Sinop
Próximo artigoSisu: matrícula e lista de espera começam hoje