Em menos de 24 horas, Justiça solta menor que atirou em Isabele

Adolescente havia sido internada a pedido do MPE

Isabele não resistiu e morreu no local (Foto: arquivo pessoal)

O Tribunal de Justiça concedeu nesta quarta-feira (16) habeas corpus à menor acusada de matar com um tiro a adolescente Isabele Guimarães Ramos no dia 12 de julho, no condomínio de luxo Alphaville, em Cuiabá.

A decisão foi dada pelo desembargador Rui Ramos, a pedido do advogado Artur Barros de Freitas Osti.

A menor havia sido apreendida por determinação do juízo da 2ª Vara da Infância e Juventude de Cuiabá, na noite dessa terça-feira (15) e deveria permanecer 45 dias na ala feminina do Complexo do Pomeri. A decisão atendeu pedido do Ministério Público Estadual (MPE).

Após ser considerada foragida, a menor se entregou à Delegacia Especializada do Adolescente (DEA). Após ser submetida a exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), ela foi encaminhada a unidade do sócio educativo Lar Menina Moça, anexo à unidade do Pomeri.

Com a decisão do Tribunal de Justiça em conceder habeas corpus, a menor de idade vai responder em liberdade pela infração análoga ao crime de homicídio doloso. A ação foi recebida pela Justiça na tarde de terça-feira (15).

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCom número de incêndios crescente, Mendes aguarda apoio do governo federal
Próximo artigoConflito jurídico de Taques