Em fuga após assalto, ladrão aponta arma para policiais e acaba morto

Caso aconteceu no Bairro Jardim Renascer, em Cuiabá

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Um homem de 33 anos morreu nessa quarta-feira (10) ao apontar uma arma para policiais militares enquanto fugia após assaltar um morador do Bairro Jardim Renascer, em Cuiabá.

Assalto

O caso teve início por volta das 20 horas quando a vítima estava na porta de sua casa, falando com o irmão pelo celular, e dois homens em uma motocicleta Titan vermelha chegaram.

O piloto pediu uma informação e, em seguida, os dois desceram da motocicleta. Fazendo menção de estar armado e colocando a mão na cintura, o piloto ameaçou a vítima e disse: “perdeu”.

Os dois suspeitos pegaram o celular e a carteira da vítima e fugiram, levando também documentos, cartões e dinheiro.

Buscas

A Polícia Militar foi acionada e logo dois suspeitos em uma motocicleta como a procurada foram encontrados na Avenida Dante de Oliveira.

Ao verem a viatura da Polícia Militar, os suspeitos tentaram fugir, mas acabaram seguidos até perderam o controle do veículo e caírem no chão.

Os dois saíram correndo a pé para um matagal. Os policiais conseguiram seguir um deles. Conforme o boletim de ocorrência, ao se aproximarem, os militares viram ele apontar uma arma para a equipe e reagiram atiram.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou que o suspeito havia morrido.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), a Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Corregedoria da PM foram acionadas e estiveram no local.

Uma arma calibre 32, que estava com o suspeito, e a motocicleta que os dois usaram no assalto e na fuga foram apreendidas. O outro suspeito não foi localizado.

O caso foi registrado como roubo e morte por intervenção de agente do Estado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorETE Lipa traz a Cuiabá inovação em tratamento de esgoto
Próximo artigoSupremo anula foro privilegiado a procuradores e ao comando da polícia