Em encontro para união de casais, solteiros ficam em silêncio enquanto robôs conversam

Tática para quebrar o gelo.

O mundo oriental certamente possui uma grande cota de excentricidades. Nesse caso, o Japão raramente deixa de surpreender, principalmente em inovações e soluções tecnológicas para conseguir unir novos casais que garantirão as próximas gerações japonesas.

Apesar de não ser comum no Brasil, o conceito de “encontros rápidos” é bastante popular em diversos países. No caso do Japão, o formato do encontro é funcional por conta da rotina bastante ocupada de boa parte da juventude solteira do país. Desse modo, homens e mulheres encontram diversas pessoas em ritmo acelerado para encontrar o par ideal em um curto espaço de tempo.

O que deixa o fato bizarro é o novo modelo que a Associação de Programas de Inovação de Conteúdos acabou criando para renovar o formato do encontro rápido. No caso, uma festa de encontros foi organizada em Tóquio com diversos participantes. Os pretendentes foram unidos em suas mesas e permaneceram em silêncio. Somente pequenos robôs podiam conversar e interagir entre si, falando em nome dos convidados.

Os assistentes robóticos fazem perguntas uns aos outros e respondem com base nas informações pré-carregadas em seu sistema, de uma pesquisa de 45 perguntas que os participantes completaram antes do evento.

Nisso, após três minutos de diálogo robótico, os participantes podiam decidir se gostariam de iniciar uma conversa normal com seu par. Pelo visto, a estratégia deu bastante certo para desinibir os convidados. Só nesse evento experimental, quatro novos casais foram firmados.

Confira um pouco desse evento tão inusitado:

https://www.youtube.com/watch?time_continue=0&v=nj3rBp1106I

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomem é morto por PM após briga de trânsito em Sinop
Próximo artigoPM encontra ferido em quarto de residência o segundo envolvido em roubo de aviões