Em discurso, Bolsonaro chama Lula de “bandido” e PT de “quadrilha”

O presidente afirmou que é inadmissível acreditar que "bandidos condenados" poderiam resolver os problemas de um país

(Foto: Agencia Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer críticas ao Partido dos Trabalhadores e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao participar de um evento, nesta segunda-feira (31), Bolsonaro chamou Lula de “bandido” e seu partido de “quadrilha”.

De acordo com o presidente, é inadmissível que alguns acreditem que a mesma pessoa que roubou um país antes será agora capaz de consertá-lo.

“O mesmo cara que quase quebrou o Brasil de vez e deixou um prejuízo de quase R$ 1 trilhão na Petrobras agora quer voltar à cena do crime”, disse Bolsonaro.

Roubou da Liberdade

Bolsonaro ainda afirmou que caso o Partido dos Trabalhadores seja novamente eleito, os brasileiros devem temer por sua liberdade.

“Se aquele bando, aquela quadrilha voltar, não vai ser só a Petrobras que eles vão roubar. Vai ser a nossa liberdade. É inadmissível achar que aquele bandido vai resolver os problemas do país”, continuou.

Outros petistas no poder

Ainda segundo o presidente, uma possível volta de Lula traria de volta também outros nomes do PT ao poder.

“Alguém acha que, se o cara voltar, José Dirceu não não vai para a Casa Civil? Ou que a Dilma não vai para a Defesa? Seria a Defesa mesmo, já que ela é mandona. E é uma arma poderosa”, completou.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApós banimento nos EUA, Maus lidera lista de mais vendidos da Amazon
Próximo artigoMP apresenta ação contra lei que impede exigência do passaporte da vacina