Em dez meses, carne bovina mato-grossense movimentou mais de US$ 1 bi

Segundo o Imea, a oferta de carne bovina já começou a se restringir no estado em razão da demanda chinesa

Foto: Ednilson Aguiar/O LIVRE

Nos dez primeiros meses do ano, Mato Grosso já exportou 334,67 mil toneladas de carne bovina a um valor de US$ 1,01 bilhão.

Em outubro, novos recordes históricos foram batidos com o aumento de 28,8% no volume de carne in natura enviado e de 20,53% para miúdos, em relação ao mês anterior.

Leia também:
MT bate recorde de produção de carne no primeiro semestre de 2019

Ao todo, foram enviadas 35,44 mil toneladas de carne in natura e 2,53 mil toneladas de miúdos, segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Já em relação ao faturamento, o incremento em outubro foi de 36,56% para a carne in natura e 17,84% para miúdos, totalizando 154,16 milhões de dólares.

Segundo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), esse cenário foi impulsionado pela demanda chinesa, que representou 44,43% do total exportado só em outubro.

Porém, segundo o Imea, a oferta de carne bovina já começou a se restringir no estado, o que, inclusive, justifica os maiores preços na arroba.

O Instituto alerta ainda que, se não houver um bom planejamento, a escassez de gado pode aumentar ainda mais e não se suficiente para atender à demanda nos próximos meses.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLiberali apresenta soluções em gestão durante Semana Internacional do Café
Próximo artigoNetflix divulga data de estreia da 2ª temporada de “Você”

O LIVRE ADS