Em busca de um “nome fraco”

Jayme quer companheiro de chapa que não roube a cena

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Com a decisão de lançar Mauro Mendes como pré-candidato ao governo e Jayme Campos ao Senado, o DEM deu a largada às negociações para montar a chapa majoritária, e escolher o candidato a vice-governador, a segundo senador e os quatro suplentes.

Para o Senado, são ventilados os nomes do senador José Medeiros (PODE), do deputado federal Adilton Sachetti (PRB), do ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) e da juíza aposentada Selma Arruda (PSL).

Jayme é o favorito na primeira pesquisa de Senado divulgada, perdendo apenas para Mendes. Porém, conhecido por não entrar em bola dividida, ele estaria em busca de um candidato à segunda vaga do Senado que não roube a cena.

Na avaliação de aliados, o grupo não teria condições de eleger dois senadores. Dos quatro cotados, Selma é vista como candidata com maior potencial eleitoral – e sua vantagem pode, ironicamente, acabar inviabilizando a aliança.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLucro dos bancos corresponde a 14% do custo do crédito
Próximo artigoCPI dos Maus-Tratos vai investigar caso de bebê indígena enterrada viva