Em busca de um lar: Cuiabá tem 30 cães disponíveis para adoção. Veja as fotos!

Não trata-se de uma ação esporádica, mas que ocorre durante todo ano na Diretoria de Bem Estar Animal de Cuiabá

(Foto: Davi Valle)

Se seus planos para 2022 incluíam encontrar uma companhia para todas as horas, seu momento chegou. Trinta cães estão disponíveis para adoção, só esperando seus novos tutores chegarem, na Diretoria de Bem Estar Animal de Cuiabá.

E se você ainda não está convencido de que um vira-lata pode ser seu melhor amigo, a Prefeitura dá um empurrãozinho: um ensaio fotográfico com eles, só para te convencer.

Estima-se que há cerca de 14 mil animais em situação de abandono pelas ruas.

O Bem Estar Animal recebe uma média diária de 15 denúncias, referente a casos de maus-tratos e abandonos. A campanha de adoção tem o objetivo de possibilitar a abertura de novas vagas no canil, oportunizando que outros animais sejam resgatados.

LEIA TAMBÉM

Bia Del’Isola, diretora de Bem Estar Animal destaca que a iniciativa não trata-se de uma ação esporádica, mas que ocorre durante todo ano e faz um apelo aos donos: cuidem de seus animais com todo amor e carinho que eles merecem.

“Nós do Bem Estar Animal estamos fazendo o possível para minimizar o problema. Nosso abrigo está superlotado e, mesmo assim, o prefeito Emanuel Pinheiro não tem medido esforços para atendimento as demandas. Em todas as ocorrências que chegam até nós, são animais dóceis, carentes e que anseiam por uma nova família”, disse a diretora.

Veja como adotar um cãozinho

Aos interessados em ter ao seu lado o verdadeiro melhor amigo do homem, basta entrar em contato por meio do telefone: 0800 647 7755, no horário das 08h às 12h e 14h às 17h, de segunda-feira à sexta-feira.

O canal de comunicação disponibiliza todas as informações sobre o processo de adoção.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrefeito obriga servidores que não se vacinaram a voltar ao trabalho presencial
Próximo artigo“Diga que é brasileiro…”: o futebol perdeu espaço e importância na identidade nacional?