“Eleição vai haver, eu garanto”, diz Barroso em resposta a Bolsonaro

Barroso ainda rebateu Bolsonaro e afirmou que não irá bater boca com o presidente sobre o voto auditável

(Foto: Cristiano Mariz) Ministro Luis Roberto Barroso, do STF

Nesta sexta-feira (09), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, rebateu as críticas do presidente Jair Bolsonaro. Na ocasião, Barroso falou também sobre a corrida eleitoral do próximo ano.

De acordo com Barroso, a eleição do ano que vem está garantida e deve ocorrer na urna eletrônica, sem a adição do voto impresso e auditável. O ministro do Supremo afirmou ainda que não irá discutir com Bolsonaro.

“Eu não paro para bater boca”, disse o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) ao blog do jornalista Josias de Souza, do UOL.

“Cumpro o meu papel, pelo bem do Brasil. Eleição vai haver, eu garanto”, concluiu o ministro.

A fala foi encarada como uma resposta a Bolsonaro, que havia afirmado que caso as eleições do Brasil não fossem transparentes, o país não teria eleições.

“As eleições no ano que vem serão limpas. Ou fazemos eleições limpas no Brasil, ou não temos eleições”, afirmou o presidente.

Leia também:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Entrego a faixa a quem ganhar”, diz Bolsonaro sobre eleições de 2022
Próximo artigoPresa, mãe de criança que se escondeu em geladeira em incêndio assume ter ido a festa