Dupla invade casa em bairro nobre, faz família refém e tenta atirar na PM

Um dos suspeitos se entregou; o outro fez uma vítima refém e pediu até mesmo a presença da imprensa

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

Uma família foi feita refém dentro de sua própria casa na manhã desta terça-feira (12) durante um assalto no Bairro Santa Rosa, em Cuiabá. Uma das vítimas chegou a ficar entre o criminoso e a polícia, com uma arma apontada para sua cabeça, enquanto era feita refém.

Por volta das 6 horas, vizinhos acionaram a Polícia Militar dizendo estarem ouvindo gritos de socorro dentro de uma casa na Rua Suécia, onde eles acreditavam estar acontecendo um roubo.

Uma equipe militar foi até o endereço indicado. Assim que chegaram, os policiais flagraram um dos bandidos tentando se esconder. Os policiais acionaram reforços e viram que os bandidos estavam saindo com o veículo da família, uma Mitsubishi Outlander preta.

A casa foi cercada para evitar a fuga dos suspeitos e um deles, de 18 anos, acabou se entregando, sendo algemado imediatamente. Já o outro, de 20 anos, que estava armado, desceu do carro, pegou uma vítima – mulher, colocou o revólver na cabeça dela e passou a fazê-la refém.

Segundo informações da Polícia Militar, foram iniciadas negociações com o suspeito para que ele libertasse a vítima, mas ele se negava a entregá-la, a ameaçava de morte e pedia que sua família e a imprensa fossem chamadas.

Durante as negociações, segundo o relato dos policiais que atenderam a ocorrência, o suspeito apontou a arma para as equipes policiais que cercavam a casa e acionou o gatilho, mas o revólver falhou.

Ele, então, liberou a vítima sem ferimentos, jogou a arma no chão e tentou correr para dentro da casa, mas foi contido pelos policiais e preso.

Depois que os dois suspeitos foram presos, os militares puderam entrar na casa, um sobrado, e encontraram os demais moradores trancados no andar de cima. Eles contaram aos policiais que a todo momento os bandidos os ameaçavam de morte e pediam dinheiro, joias e um veículo Hilux.

Uma das vítimas, um homem cuja idade não foi revelada, também chegou a ser agredido com chutes, socos e coronhadas. As vítimas disseram, ainda, que os bandidos os ameaçaram dizendo que, se fossem presos, quando saíssem da cadeia voltariam à casa e matariam a todos, pois sabiam onde eles moravam.

Os suspeitos foram conduzidos para a Central de Flagrantes de Cuiabá, onde o caso foi registrado como porte ilegal de arma de fogo, sequestro e cárcere privado, roubo, desobediência, resistência e tentativa de homicídio.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVereadores aprovam intervenção da Prefeitura de Cuiabá na Santa Casa
Próximo artigoProdutores rurais do Nortão contrariam dados sobre produtividade da Conab