Dublês reclamam de falta de segurança na série de O Senhor dos Anéis

Mais polêmicas para a produção da série mais cara da História

Parece que há problemas nos bastidores da série de O Senhor dos Anéis, produzida pela Amazon Studios. Segundo um grupo de dublês, há problemas de falta de segurança para a execução das proezas.

O problema repercutiu após a dublê Dayna Grant ser diagnosticada com um aneurisma cerebral após um acidente que não foi reportado pela Amazon às autoridades locais.

Um dos acusadores afirmou que Dayna Grant, que tem 20 anos de experiência como dublê, se acidentou após ser obrigada a fazer manobras com as quais não estava confortável. Apesar disso, a produção não pagou suas despesas médicas, pois a condição seria resultado de várias quedas, ao longo da carreira, precipitadas pela mais recente.

Além de Grant, mais outros dois dublês se acidentaram durante o trabalho. Depois, mais dois outros se demitiram para “preservar a saúde mental”. Um dos dublês é Thomas Kiwi que sofreu uma lesão no ombro durante as gravações e diz ter sido obrigado a continuar trabalhando por horas, mesmo depois de avisar ao supervisor que os cabos que o seguravam não estavam montados adequadamente.

“Foi a produção com mais dinheiro envolvido, mas a forma como eles fazem tudo é muito insegura. Não é nada bom, especialmente com esse orçamento”, reclamou.

Diante da polêmica, a Amazon publicou uma nota em resposta às acusações.

“A Amazon Studios leva extremamente a sério a saúde e o bem estar físico e emocional do nosso elenco e equipe. Como prioridade máxima, a equipe de produção continua colaborando completamente com os padrões de segurança da Nova Zelândia. Qualquer alegação ou denúncia de que as atividades no set são inseguras ou não cumprem os protocolos são completamente falsas”, diz o texto.

A série ainda não tem previsão de estreia.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTributação da energia solar: será o fim da novela? 
Próximo artigoTráfico de drogas lidera ranking de denúncias anônimas em MT