Dono de lava-jato bebe, pega o carro da Polícia Federal e vai para área de prostituição

Polícia registrou que o acusado ainda estaria em visível sinal de embriaguez

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O proprietário de uma empresa de lava-jato responsável pela limpeza dos carros da Polícia Federal em Cuiabá, foi detido na madrugada desta quinta-feira (30), depois de ser flagrado utilizando um dos carros da polícia na região de prostituição do Zero Km, em Várzea Grande. Segundo as informações da polícia, ele estaria em visível estado de embriaguez e teria tentado subornar os militares.

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem foi abordado no bairro Jardim Potiguar, depois que o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) identificou pelas câmeras de segurança que o carro utilitário, uma caminhonete Mitsubishi L200, estava fazendo “manobras suspeitas”.

Durante a abordagem, os policiais militares não encontraram nenhum material suspeito com o motorista. No entanto, dentro do carro encontraram documentos relacionados ao carro, que seria da Polícia Federal.

Ao ser questionado, o homem confessou ser proprietário de uma empresa de lava-jato onde a Polícia Federal costuma deixar os veículos para limpeza.

O oficial da Polícia Militar, então, entrou em contato com a Polícia Federal, que pediu que o suspeito fosse conduzido para a sede da PF, em Cuiabá.

Consta ainda no boletim que, durante o percurso, o suspeito teria oferecido R$ 200 para ser liberado pelos agentes. Ele, então, acabou recebendo voz de prisão por corrupção ativa e foi levado para a Central de Flagrantes.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHospital regional deixa de ofertar exames e pacientes organizam protesto
Próximo artigo“É inegociável” fechar a fronteira com a Venezuela, diz Temer