Domingo de Páscoa em quarentena: como exercitar a fé e orações no isolamento?

Data é de extremo simbolismo para os cristãos, que comemoram a ressurreição de Jesus Cristo

(Foto: Freepik)

Além dos ovos de chocolate, o domingo de Páscoa é uma data de extremo simbolismo para os cristãos, que comemoram a ressurreição de Jesus Cristo. Uma comemoração sempre marcada por missas, cultos e celebrações. Em tempo de pandemia, porém, os encontros vão ter que se reservar aos lares.

E com tanta incerteza sobre o futuro, como exercitar a fé e direcionar as orações durante o isolamento? O LIVRE ouviu representantes de seguimentos religiosos.

Celebrar a fé

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A orientação da Igreja Católica é para que os fiéis acompanhem as missas e celebrações pela internet. O objetivo é viver a fé com intensidade, cada uma das celebrações litúrgicas junto com as famílias.

“Um mundo sem Deus é o que vemos hoje. Por isso, quem tem fé vai sofrer, mas entende. Quem não tem, vai se desesperar e abandonar tudo de vez”, avalia o diácono da Catedral de Cuiabá, Marcos Tainan.

De acordo com o religioso, “Deus se encontra conosco onde quisermos”. O que precisa ser dado é a oportunidade.

“Por incrível que pareça, essa situação tem levado as pessoas a buscarem mais essa intimidade para com Deus. Como diz o ditado, ‘há males que vem pra bem’. Deus sempre vai tirar um bem maior de um sofrimento. Quem quer se encontrar com Deus, não encontra barreiras e não será um vírus desses que vai impedir”, afirma.

A Igreja Católica vai transmitir as celebrações da Semana Santa pela internet.

Celebrar o amor

(Foto: Divulgação)

Para Elione Fátima de Almeida, do grupo Seara Espírita de Luz, independente da religião, o indicado é exercitar os ensinamentos de Jesus. Ainda mais em um período como o que vivemos.

“Celebrar a Páscoa é celebrar o amor, os ensinamentos dados por Jesus. E refletir mais do que nunca sobre o nosso chamamento”, ressalta.

O importante, segundo Elione, é voltar as orações e energia de fé para o núcleo familiar.

“Temos que ver qual a mensagem que isso tudo vai nos trazer, para que possamos abrir pontos de luz nos lares e iluminar o planeta. Tudo começa por nós mesmo”, finalizou.

O grupo Seara de Luz disponibiliza, através das redes sociais, palestras sobre a Paixão de Cristo.

Celebrar em família

(Foto: Arquivo Pessoal)

Segundo o pastor da Igreja Assembleia de Deus de Cuiabá, Jackson Messias, o momento em que vivemos pede a união da família.

“Nesse momento de crise, a pandemia reforça a ideia de comemorar em família. Lembrando que, para nós evangélicos, a Páscoa é Jesus Cristo e a ressurreição dele”, explica.

A ideia é que as famílias desfrutem da Páscoa lembrando a história de Cristo, para que, quando possível, todas as famílias estejam juntas novamente em comunhão.

A igreja vai transmitir, no domingo (12), um culto para celebrar a data através do Youtube.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“O agro será a mola propulsora da retomada econômica”, diz ministra durante encontro virtual com líderes do setor
Próximo artigoSaiba quem é o pedinte agredido e humilhado por empresários

O LIVRE ADS