Dólar dita o ritmo da comercialização da soja mato-grossense

A comercialização da safra 18/19 da oleaginosa alcançou 61,2% em fevereiro

As negociações da safra 18/19 de soja mato-grossense avançaram 7,45% em fevereiro. O bom desempenho registrado se deve a valorização do dólar.  Ao todo, 61,2% da safra já foi comercializada.

Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), o ritmo das negociações foi o mesmo nos dois primeiros meses do ano.

Além da valorização da moeda norte-americana, dois outros fatores contribuíram para o bom desempenho das negociações: a alta dos prêmios nos portos brasileiros e a necessidade dos produtores em escoar a safra, uma vez que, fevereiro é o período de pico da colheita no Estado.

Neste contexto, o preço médio da saca aumentou 4,5% em fevereiro, se comparado ao mês anterior e chegando a R$ 63,81, por saca.

Safra 19/20

Com os players visando novas aquisições no mercado, a comercialização da safra de soja 19/20 começou mais cedo em Mato Grosso, se comparada à safra anterior. Até o momento, 2,45% da produção já foi vendida ao preço médio de R$ 66,94 por saca.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSTJ considera ilegal cobrança de taxa de conveniência na venda de ingressos pela internet
Próximo artigoElenco de Jovens Bruxas se reúne novamente desde 1996