Dispara o número de homens que procura tratamento estético

Dispara o número de homens que procura tratamento estético

O rosto perfeito, a satisfação com a imagem refletida no espelho e a aceitação de melhorar a aparência da face, antes eram apenas assuntos e atitudes restritos ao universo feminino, pois coisa de homem era apenas cuidar do físico, acumular músculos e afins. Porem uma nova era relacionada a beleza masculina chegou e finalmente pois fim a todo preconceito para aqueles que sempre gostam de se cuidar e desejam envelhecer bem. A evolução também nos tratamentos estéticos faciais, pouco invasivos, se tornou tão impactante que rapidamente também conquistou e ganhou confiança dos homens.

A especialista em harmonização orofacial, a Dra. Nayara Cerutti define que a nova era no ramo dos procedimentos estéticos provocou esse novo comportamento. “Eles foram fisgados pelos surpreendentes resultados da harmonização orofacial, na pratica se traduz em procedimentos que possibilitam o equilíbrio estético e funcional da face”, pontua.

Pouco indolor e com recuperação quase imediata são empregados na harmonização em geral, a toxina botulínica, para relaxar músculos e assim dar adeus as rugas, o ácido hialurônico para definir o contorno do rosto, recuperar o volume perdido  dos lábios, suavizar expressivamente as olheiras, o bigode chinês e também se renderam em escala ascendente a harmonização de nariz, a famosa rinomodelação e também a bichectomia. “Todos os procedimentos são realizados sem deixar de lado o semblante natural. Antes do procedimento propriamente dito, são realizadas diversas etapas de avaliação até que o resultado almejado seja atingido”, comenta a cirurgiã-dentista.

A rinomodelação com certeza é uma maravilhosa opção orofacial, permitiu trocar a cirurgia plástica (rinoplastia) quando há indicação, pela aplicação de ácido hialurônico, se apresentando como uma poderosa forma de transformar o nariz sem se submeter a cirurgias, traumas e complicações pós-operatórias. Os homens também se renderam a bichectomia, que é a retirada da bola de bichat uma gordura localizada na região das bochechas para promover um leve afinamento do rosto na região inferior a face.

“É muito gratificante ver a satisfação no olhar de cada cliente, me sinto realizada”, comenta a especialista.

Neste contexto a Sociedade de Cirurgia Plástica (SBCP) já pontua que a cada dois minutos um homem faz um procedimento estético no Brasil, dos 12 tratamentos mais realizados por eles, a metade é na região facial. Apenas na última década (2009 a 2019) o número de procedimentos, ou cirurgias estéticas em homens saltou de 72 mil para 276 ao ano.

Para saber mais, veja no Instagram da @dranayaracerutti onde ela compartilha mais dicas e informações. CRO/MT: 4597