Discurso de Spike Lee no Oscar 2019 é respondido por Donald Trump: “Racista”

Discurso conseguiu a atenção do presidente dos Estados Unidos

(Foto: Reprodução/O Livre)

Apesar da edição de 2019 ter sido uma das menos politizadas do Oscar, ainda houve espaço para manifestações políticas que sempre evocam reações ásperas e firmes de ambos os lados.

O momento mais intenso de manifestação política ocorreu quando Spike Lee venceu o Oscar de Melhor Roteiro adaptado por Infiltrado na Klan. Aproveitando o tempo no palanque de agradecimentos, o cineasta atacou o indiretamente o presidente dos EUA Donald Trump.

Como de costume, Trump respondeu as críticas do cineasta através do Twitter e chegou a classificar o discurso de Lee como “racista”:

“Seria gentil se Spike Lee pudesse ler suas anotações, ou melhor ainda, não ter que usar notas, ao fazer seu ataque racista ao seu presidente, que fez mais pelos afro-americanos (Reforma da Justiça Criminal, Números de Desemprego Mais Baixos na História, Cortes de Impostos, etc.) do que qualquer outro presidente.”

Durante o discurso, Lee pediu que o povo americano se “mobilize” para a próxima eleição presidencial em 2020.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm noite do Oscar, Taron Egerton e Elton John cantam sucesso da carreira do cantor
Próximo artigoPRF e Estado lançam operação de Carnaval nesta semana