Diretor de O Espanta Tubarões é preso ao ser acusado de estupro

Investigação visa apurar se ele foi o responsável pelo suicídio da suposta vítima

O diretor indicado ao Oscar Eric Bergeron, que trabalhou em O Espanta Tubarões, foi preso ao ser acusado de ter estuprado uma mulher que se suicidou em 2017.

A prisão ocorreu no dia 2 de janeiro, em uma onda de revelações sobre assédio sexual no Cinema francês.

A vítima era uma de suas alunas na escola de Cinema de Gobelins, em Paris. Os dois haviam trabalhado juntos em 2011 em um filme chamado Um Monstro em Paris. As informações são do jornal The Sun.

Apesar de preso até o julgamento, Bergeron nega todas as acusações.

A investigação sobre ele ser o possível motivo do suicídio da jovem começaram em 2018.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAstro de Halloween diz que recebeu conselhos de um verdadeiro serial killer
Próximo artigoDe 1980 para 2020: cinco profissões que especialistas acreditaram ser “do futuro”

O LIVRE ADS