Dinossauro de MT é resgatado

Fóssil que era estudado no Museu Nacional sobreviveu ao incêndio de 2018 e foi (de novo) desenterrado

Foto: (Divulgação/Museu Nacional e UFRJ)

Paleontólogos do Rio de Janeiro conseguiram resgatar dos escombros do Museu Nacional um fóssil de dinossauro encontrado em Mato Grosso e que estava sendo analisado no local. O prédio foi alvo de uma tragédia em 2018, na qual acabou destruído pelo fogo. Agora, equipes especializadas tentam recuperar as relíquias históricas que conseguiram sobreviver as chamas.

A informação foi divulgada pelo jornal Folha de São Paulo nesta terça-feira(6). Conforme a publicação, os ossos foram encontrados em Mato Grosso e retirados entre 2003 e 2006, em uma operação que envolveu muitos cientistas e o enfrentamento de condições climáticas severas.

Naquela ocasião, foram removidas toneladas de terra em escavações e o fóssil foi  encaminhado para o Museu Nacional. Vale lembrar que a espécie do dinossauro ainda é desconhecida, porém há a confirmação que viveu há, provavelmente, 80 milhões de anos.

Conforme os cientistas, ele pode ser uma espécie de titanossaurídio, aqueles que têm o pescoço cumprido e que se alimentam da copa das árvores.

Acredita-se que os osso não foram destruídos pelo incêndio porque estavam no subsolo do museu e possivelmente acabaram protegidos pelos escombros. O fóssil foi nomeado de “Dinossauro de Mato Grosso”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPesquisa comprova eficácia da CoronaVac contra variantes do coronavírus
Próximo artigoGoverno distribui 185,3 mil testes para detecção da covid-19 aos 141 municípios de MT