Dinheiro novo, mas antigo

Demanda por recurso para combater a covid-19 fez o governador Mauro Mendes pagar dívidas deixadas por Pedro Taques

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A demanda por dinheiro para atender a saúde pública fez o governador Mauro Mendes (DEM) rever a posição de deixar a dívida de governos anteriores com os municípios em aberto.

Desde o início de seu mandato, Mendes vinha distinguindo o que eram valores atrasados e o que eram os “sem classificação”. 

O primeiro correspondia a compromissos firmados depois de 2018. E sobre o segundo ele pouco falava. Se tratava de débitos deixados por Pedro Taques (SD), entre 2015 e 2018. Mas, a dívida continua aberta. 

Nesta quarta-feira (10), Mendes anunciou o pagamento de R$ 69,8 milhões aos municípios de crédito em saúde que deixaram de ser pagos entre 2016 e 2017. A quitação foi anunciada como recurso carimbado para a atenção básica, a linha de frente de combate à pandemia. 

“É um recurso que os prefeitos não esperam e resolvi pagar para ajudar no combate da situação”, disse o governador. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIdosa espera um ano por exame no SUS, ganha ação na Justiça e continua sem atendimento
Próximo artigoCriadores de conteúdo ganham espaço exclusivo no Pantanal Shopping