Dinepec destaca modernização e desenvolvimento da pecuária de corte

O evento segue nesta sexta-feira (18), no Parque de Exposições em Cuiabá; a entrada é gratuita

(Foto: Suellen Pessetto/ O Livre)

Com objetivo de promover a modernização e o desenvolvimento da pecuária de corte mato-grossense, o 1° Dia de Negócios da Pecuária começou nesta quinta-feira (17). O evento é realizado no Parque de Exposições Jonas Pinheiro (Acrimat), em Cuiabá.

Entre os temas abordados estão a importância da genética, pastagens e bem-estar animal. Neste primeiro dia passaram pelo local pecuaristas, representantes de empresas ligadas ao setor produtivo, entidades representativas e universitários.

Veja também:
Confira quem passou pelo 1° Dia de Negócios da Pecuária

Para a superintendente do Sindicato Rural de Cuiabá, Sandra Santana, os avanços tecnológicos têm substituído os trabalhos braçais no campo. Com ele os pecuaristas têm aumentado sua capacidade produtiva e por isso o debate é fundamental.

“Com essas novas tecnologias, os produtores conseguem acompanhar e cuidar do seu pasto, visualizar seu rebanho de forma focada, além de conseguir fazer análises com mais precisão e agilidade. Elas melhoram a qualidade do trabalho dos pecuaristas”, relata a superintendente.

Foto: Assessoria

A diretora executiva da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Daniella Bueno, apresentou o trabalho da entidade no Estado e ressaltou a importância do evento. Disse que “os criadores do Estado têm conseguido ampliar sua produção sem precisar abrir novos pastos. Graças a inserção de novas tecnologias no trabalho no campo”.

Primeiro dia de evento

(Foto: Suellen Pessetto/ O Livre)

Nesta tarde, os participantes assistiram a palestra “Da cria ao abate: mais peso, mais lucro”, apresentada pelo pesquisador Antônio Rosa, da Embrapa Gado de Corte. Na exposição, o engenheiro agrônomo ressaltou a importância do melhoramento genético.

O pesquisador afirma que “até 68% do aproveitamento do animal é por conta de um bom touro, de um touro melhorado geneticamente. Se isso não for levado em conta, estou deixando de ter um bom rendimento. O touro é quem manda”.

Leia também:

Dia de Negócios da Pecuária deve reunir 5 mil pessoas em Cuiabá; confira programação
Genética animal será destaque no Dia de Negócios da Pecuária
Dinepec: Acrimat presentará a evolução e força da pecuária em MT

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS