Dinepec destaca modernização e desenvolvimento da pecuária de corte

O evento segue nesta sexta-feira (18), no Parque de Exposições em Cuiabá; a entrada é gratuita

(Foto: Suellen Pessetto/ O Livre)

Com objetivo de promover a modernização e o desenvolvimento da pecuária de corte mato-grossense, o 1° Dia de Negócios da Pecuária começou nesta quinta-feira (17). O evento é realizado no Parque de Exposições Jonas Pinheiro (Acrimat), em Cuiabá.

Entre os temas abordados estão a importância da genética, pastagens e bem-estar animal. Neste primeiro dia passaram pelo local pecuaristas, representantes de empresas ligadas ao setor produtivo, entidades representativas e universitários.

Veja também:
Confira quem passou pelo 1° Dia de Negócios da Pecuária

Para a superintendente do Sindicato Rural de Cuiabá, Sandra Santana, os avanços tecnológicos têm substituído os trabalhos braçais no campo. Com ele os pecuaristas têm aumentado sua capacidade produtiva e por isso o debate é fundamental.

“Com essas novas tecnologias, os produtores conseguem acompanhar e cuidar do seu pasto, visualizar seu rebanho de forma focada, além de conseguir fazer análises com mais precisão e agilidade. Elas melhoram a qualidade do trabalho dos pecuaristas”, relata a superintendente.

Foto: Assessoria

A diretora executiva da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Daniella Bueno, apresentou o trabalho da entidade no Estado e ressaltou a importância do evento. Disse que “os criadores do Estado têm conseguido ampliar sua produção sem precisar abrir novos pastos. Graças a inserção de novas tecnologias no trabalho no campo”.

Primeiro dia de evento

(Foto: Suellen Pessetto/ O Livre)

Nesta tarde, os participantes assistiram a palestra “Da cria ao abate: mais peso, mais lucro”, apresentada pelo pesquisador Antônio Rosa, da Embrapa Gado de Corte. Na exposição, o engenheiro agrônomo ressaltou a importância do melhoramento genético.

O pesquisador afirma que “até 68% do aproveitamento do animal é por conta de um bom touro, de um touro melhorado geneticamente. Se isso não for levado em conta, estou deixando de ter um bom rendimento. O touro é quem manda”.

Leia também:

Dia de Negócios da Pecuária deve reunir 5 mil pessoas em Cuiabá; confira programação
Genética animal será destaque no Dia de Negócios da Pecuária
Dinepec: Acrimat presentará a evolução e força da pecuária em MT

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLíder do Campeonato Brasileiro de Velocidade na Terra, Reck diz que título está indefinido
Próximo artigoAgemed deve indenizar em R$ 10 mil cliente que não conseguiu fazer parto

O LIVRE ADS