Dilmar Dal Bosco entrega a liderança do governo e Leonardo assume interinamente

Ex-líder passou um ano e sete meses na função e entrega cargo no momento que candidatura própria do DEM é ventilada

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O deputado estadual Dilmar Dal’Bosco (DEM) anunciou, na noite desta terça-feira (13), que está fora da coordenação da bancada do governo na Assembleia Legislativa, depois de um ano e sete meses no cargo. A tendência é que o antigo líder da bancada governista, o secretário de Cidades, Wilson Santos (PSDB), reassuma a função quando retornar à Assembleia, na próxima terça-feira (20).

O LIVRE apurou que o vice-líder do governo, Leonardo Albuquerque (SD), assume a função de líder interinamente. Ele se filiou ao partido Solidariedade nesta manhã e assumiu uma pré-candidatura a deputado federal. Como vai percorrer o Estado para tentar viabilizar o projeto político, Leonardo disse ao governador que não tem interesse em ficar permanentemente na função.

Dal’Bosco disse que precisa se dedicar à sua campanha de reeleição, e que a função de líder consumia grande parte do seu tempo. “Não há nenhum outro motivo além desse”, declarou o deputado ao LIVRE, negando que a saída da função seja uma sinalização de rompimento com o governo. “Agradeço a oportunidade de ter sido líder do governo. Saio feliz”, completou.

Ele assumiu a liderança em agosto de 2016 e vem ensaiando entregar a função há algumas semanas, até finalmente formalizar a saída.

Na semana passada, Dal’Bosco fez uma postagem, em seu perfil no Instagram, anunciando que o DEM teria candidatura própria nas eleições deste ano. Na ocasião, o parlamentar desconversou ao ser questionado sobre a publicação e disse que candidaturas ao Senado e a vice-governador também são próprias. O ex-senador Jayme Campos e o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes são nomes ventilados pelo DEM para encabeçarem uma chapa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorModesto começa transição na Casa Civil e Taques deve adotar outras soluções caseiras
Próximo artigoImpostos têm que ser repassados ao Fundeb assim que entram nos cofres públicos